Iberia decide aposentar 14 aviões quadrimotores A340, e atrasar entregas de novas aeronaves

Com a crise de baixa demanda da aviação, a Iberia optou por fazer algumas alterações permanentes na sua frota.

A primeira envolve os seus aviões Airbus A340. As 14 aeronaves foram aposentadas definitivamente, em um plano para enxugar a sua frota de aviões widebody (duplo corredor), aposentando os aviões menos eficientes em consumo de combustível.

A Iberia já estava em um plano de utilizar o A350XWB para substituir as aeronaves do modelo A340, porém a pandemia antecipou a aposentadoria dessas aeronaves de quatro motores.

Ao mesmo tempo, a Iberia está atrasando as suas entregas para o Airbus A350 e o A320neo, visto que por enquanto não precisará de novas aeronaves.

O CEO da Iberia, Luis Gallego, disse que a companhia não espera receber muitos aviões nos próximos cinco anos, e que a frota da companhia deve operar de forma reduzida.

 

DEIXE UMA RESPOSTA