Ilyushin IL-76 Volga
Foto: Emerson Farias

Durante a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão em agosto do ano passado, muitas pessoas deixaram para trás não só pertences, mas também centenas de cães e gatos que ficaram abandonados e sem um lar.

Pensando nisso, a Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (SPCA) elaborou a força-tarefa “Missão Possível”, para que estes animais pudessem ser acolhidos  e recebessem a chance de encontrar um novo lar em outro país.

Para a missão especial, um Ilyushin-76TD foi escalado para a realização do voo ‘humanitário’ entre Cabul, no Afeganistão, até o aeroporto de Vancouver, no Canadá. Antes de chegar ao Canadá, a aeronave realizou uma parada técnica na Islândia.

Como recentemente o Afeganistão foi palco da evacuação em massa, foi comum ver vídeos e imagens circulando na internet com aeronaves cargueiras transportando pessoas. No caso dos animais, o Ilyushin-76 foi preparado com caixas especiais de transporte e um grande estoque de ração para que os bichanos pudessem voar da melhor forma possível. 

Ilyushin
Foto: SPCA International

Para o recebimento e acomodação dos animais, o Aeroporto de Vancouver preparou uma área especial com 1.580 metros quadrados. Dos 300 animais no total, a aeronave soviética transportou 158 cães e 146 gatos, sendo que 66 animais até o momento já encontraram os seus antigos donos

Apesar da complexa logística de resgate, o SPCA vinha elaborando o voo desde o ano passado, mas por conta das incertezas sobre a segurança operacional no Aeroporto de Cabul, que está sob o controle do Grupo Talibã, o resgate só foi possível no final de janeiro deste ano. 

Agora, os animais resgatados terão a oportunidade de encontrar novos donos e um lar, ainda que não sejam os seus antigos donos, eles terão a oportunidade de encontrar uma nova família. 

Com informações: Simple Flying