A Indonésia se uniu aos países que optaram por solicitar a suspensão dos voos com o Boeing 737 MAX 8, ao notificar as companhias do país que elas devem suspender por um período temporário as operações com este modelo de aeronave.

A informações foi anunciada pelo ministro dos Transportes da Indonésia, que falou mais cedo sobre a suspensão de voos que utilizam o Boeing 737 MAX 8.

A Lion Air, uma companhia aérea com sede na Indonésia, também registrou um acidente com o 737 MAX 8, que ocorreu em outubro de 2018. O acidente deste último domingo é o segundo deste modelo de aeronave, em menos de 6 meses.

As companhias aéreas da China já anunciaram a suspensão dos voos com o 737 MAX 8, por determinação do CAAC. Já a Cayman Airways, anunciou que deixará de operar com o 737 MAX por tempo indeterminado. A Ethiopian Airlines, envolvida neste último acidente, também suspendeu as operações com o 737 MAX 8.

Outras companhias aéreas estão avaliando quesitos de segurança, antes de divulgar uma decisão.