KC-46 F-15 IAF
Projeção artística de um KC-46 reabastecendo um F-15, ambos nas cores da IAF.

O Ministério da Defesa de Israel assinou na quinta-feira (30) um contrato para aquisição de 12 helicópteros pesados Sikorsky CH-53K King Stallion e um contrato adicional para dois aviões-tanque Boeing KC-46A Pegasus. O negócio é estimado em US$ 3.1 bilhões. 

Ch-53K israel
Projeção do CH-53K King Stallion nas cores da IAF.

Segundo o Ministério, a aquisição das aeronaves é parte de um programa da pasta para reforçar as capacidades da IDF (Forças de Defesa de Israel) “e a preparação para enfrentar as ameaças atuais e em desenvolvimento.” O contrato também inclui a opção para mais seis helicópteros adicionais.

“Esses acordos de aquisição são marcos significativos nos processos de formação de força do IDF”, disse o Ministro da Defesa Benny Gantz. “Continuamos a fortalecer nossas capacidades e a mudar e adaptar nossa Força Aérea para enfrentar desafios futuros, tanto próximos quanto distantes.”

Os primeiros CH-53K de Israel devem chegar ao país em 2026. Falando sobre os KC-46, o Brigadeiro-General Shimon Tsentsiper, chefe de material da Força Aérea, disse à Rádio do Exército de Israel que os aviões de reabastecimento em voo (REVO) encomendados não seriam entregues antes de 2025. 

O Governo Israelense vem solicitando a entrega antecipada dos novos reabastecedores. No entanto, Washington já rejeitou o pedido do seu parceiro. Baseado no 767, o KC-46 é a nova plataforma de REVO dos EUA, devendo substituir os KC-135 Stratotanker e KC-10 Extender. A aeronave é vista como um meio estrategicamente fundamental para um possível ataque de Israel contra o Irã, que vem se fortalecendo em sua empreitada nuclear.

KC-46 Pegasus e F-16D Fighting Falcon. Foto: Boeing.

Israel deseja adquirir um total de quatro KC-46, tendo recebido aprovação para adquirir até oito destes aviões. Na IAF (Força Aérea de Israel), o KC-46A deve substituir os antigos KC-707 Re’em, operados pelo 120th Squadron ‘Desert Giants’, com sede na Base Aérea de Nevatim. Segundo o portal Flightglobal, a Força Aérea Israelense tem sete destas aeronaves em serviço.

Já os CH-53K entram no lugar dos CH-53 Sea Stallion, chamados de Ya’sur pelos israelenses. A aeronave está em serviço com a IAF desde 1969, sendo um dos helicópteros mais importantes da organização.

CH-53K JLTV
CH-53K içando um blindado JLTV. Foto: NAVAIR.

Joshua (Shiki) Shani, executivo-chefe da Lockheed Martin Israel, disse que a empresa “continua comprometida em apoiar a Força Aérea Israelense e fornecer-lhes o principal helicóptero de carga pesada para suas missões críticas, o que ajudará a fortalecer a segurança nacional de Israel por décadas vir. Estamos confiantes de que o helicóptero CH-53K, projetado e construído pela Lockheed Martin, é a solução mais capaz, eficiente e confiável para atender às necessidades da IAF. ”

DEIXE UMA RESPOSTA