ITA Transportes Aéreos Itapemirim

A Itapemirim é a mais nova aposta do setor de aviação no Brasil, além disso, a nova empresa também atual há mais de 67 anos no mercado de transporte rodoviário.

Unir essas modalidades sempre foi um desafio, e parece que agora está cada vez mais perto dos passageiros desfrutarem de algo semelhante.

No último dia 10 de fevereiro o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, declarou que a Itapemirim está estudando uma integração desse tipo, com base em um novo terminal rodoviário no Aeroporto de Confins.

“Neste novo hub a Itapemirim fará a integração entre os transportes aéreo e terrestre, trazendo muitas possibilidades para o Vetor Norte e Belo Horizonte, a região metropolitana e nosso Estado”, disse o vice-governador após uma reunião com diretores da empresa.

Ou seja, a empresa conseguiria uma integração perfeita na parte regional com suas linhas de ônibus, alimentando a malha rodoviária com passageiros que desembarcam em uma capital.

A empresa também utilizará o conceito “DreamBus”, de maior conforto em viagens rodoviárias, para alinhar com a proposta de maior conforto nos aviões, como relatado anteriormente em uma entrevista de Tiago Senna, CEO da ITA Transportes Aéreos, ao Portal Aeroflap.

A nova companhia aérea planeja começar a operar em março deste ano, apesar de não ter ainda nenhum avião na sua frota e ainda estar passando por um processo de certificação pela ANAC.

A ITA Transportes Aéreos promete ter 10 aviões em sua fase inicial, apostando firme em ligações entre diversas capitais do país com as suas primeiras aeronaves.

Já o terminal rodoviário em Confins a empresa não tem um planejamento firme para lançar ao público. No entanto, essa promete ser uma importante ligação regional com o interior de Minas Gerais, além disso, há uma promessa após essa reunião, do Aeroporto de Confins ser um hub de operação da companhia.

 

Com informações de Diário do Comércio.