Itapemirim ITA Airbus A319
Foto: Autor Desconhecido

A Itapemirim Transportes Aéreos promete receber neste final de semana mais uma aeronave para a sua frota. Diogenes Toloni, Diretor Comercial da companhia, disse ao Mercado e Eventos que a aeronave de matrícula PS-SIL chegará no Rio de Janeiro neste sábado (06/11).

Anteriormente publicamos sobre esta aeronave aqui no Portal Aeroflap. Atualmente com a matrícula 9H-XFW, este Airbus A319 estava operando pela Hi Fly Malta, e está em Beja (Portugal).

Veja o rastreamento do PS-SIL (ex 9H-XFW) Clicando Aqui.

Este Airbus A319 tem um opcional interessante: As quatro janelas de saída de emergência, normalmente este modelo é equipado somente com duas.

Com mais janelas de emergência, este A319 fabricado em 2008 pode transportar até 156 passageiros a bordo (limite de espaço), ante ao limite técnico de 145 passageiros da certificação do modelo sem este opcional. A Itapemirim, contudo, está optando por equipar seus A319 com 124 assentos, de acordo com Diogenes Toloni.

Configuração “mais confortável” permite maior espaço para as pernas na Itapemirim.

A Itapemirim prometeu receber aviões Airbus A319 em outubro, porém as entregas estão atrasadas pelos problemas que a companhia está enfrentando para buscar as aeronaves no exterior. 

Atualmente com seis aviões na frota, e cinco em operação, a Itapemirim deverá chegar ao final de 2021 com 10 aeronaves em operação, de acordo com o novo planejamento. Toloni disse que a companhia espera finalizar novembro com oito aviões operacionais.

O PS-MGF, que chegou em meados de setembro deste ano na frota, ainda não está operando voos pela companhia, e continua parado em São José dos Campos (SP).

Nos últimos dias a Itapemirim está enfrentando muitas reclamações, devido aos cancelamentos e atrasos nos voos, além da indisponibilidade do serviço de teleatendimento dos clientes. Sem respostas rápidas por e-mail, os passageiros da companhia estão enchendo as redes sociais da mesma de reclamações. A Itapemirim diz que espera resolver em breve esses problemas, e diminuir o número de problemas enfrentados pelos passageiros.

DEIXE UMA RESPOSTA