• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Justiça dos EUA condena companhia russa a pagar US$ 400 milhões por causa de leasing de dois aviões 747-8F

Rússia companhias russas AirBridge Boeing 747-8F Volga-Dnepr
Boeing 747-8 da AirbridgeCargo. Foto:Boeing/Via ABC

Um Juiz dos EUA condenou a companhia aérea Volga-Dnper pagasse US$ 400 milhões para a empresa de leasing BOC Aviation, em razão do não pagamento de arrendamento de três aeronaves Boeing 747-8F.

As três aeronaves operavam pela AirBridge Cargo, uma subsidiária que pertence ao Grupo Volga-Dnepr, apenas uma delas foi retomada pela BOC Aviation. Os outros dois 747-8F ainda se encontram na Rússia e sem pagamentos pelo arrendamento.

A aeronave retomada pela empresa de leasing já está operando pela Air Belgium sob a matrícula OE-LFI. Os dois Boeing 747-8F ainda de domínio da Volga-Dnper/ AirBridge são VQ-BFU e BIN. A BOC Aviation está tentando legalmente recuperar os dois aviões por meio das sanções impostas contra a Rússia.

O julgamento foi realizado no último dia 03 de abril, o Juiz Lewis J. Liman, do Tribunal Distrital dos EUA condenou a empresa russa ao pagamento de mais de US$ 400 milhões. A BOC Aviation fez uma ação formal em março de 2022, logo após o começo dos conflitos entre Rússia e Ucrânia.

A empresa de leasing argumentou que o “cancelamento do resseguro desencadeou uma inadimplência sob uma cláusula do contrato de arrendamento das partes que exige que a AirBridge mantenha tipos e valores específicos de resseguro”.

O contrato permite que a BOC Aviation “tomar imediatamente a posse da aeronave e dos seus registos em caso de incumprimento por parte da AirBridge, autorizando expressamente a empresa a entrar nas instalações onde se encontra a aeronave e tomar posse imediata e retirar a aeronave, mediante processo sumário ou de outra forma”.

Veja também:

Por outro lado, a AirBridge não aceitou a rescisão do acordo e exigiu que a empresa de leasing permitisse o voo de um Boeing 747-8F da China para Rússia. Em março de 2022, a companhia foi notificada da rescisão da apólice do resseguro seria cancelada em alguns dias.

Como parte do direito de posse, a BOC Aviation notificou a AirBridge que não operasse mais dos três Boeing 747-8F e que as mesmas seriam estocadas fora da Rússia. Desde então apenas uma aeronave foi recuperada, e todo o trâmite segue nos tribunais para resolução.

Atualmente a AirBridge está se preparando para voltar a voar apenas com aeronaves russas pois aderiu a suspensão temporária de um ano em razão das sanções impostas contra a Rússia. 

 

 

Com informações do AeroTime

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.