KC-390 da FAB transporta profissionais de saúde para Roraima

Uma aeronave KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira (FAB) transportou, nesta segunda-feira (29/06), profissionais de saúde das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), além de especialistas do Ministério da Saúde que prestarão atendimento às comunidades indígenas no estado de Roraima. Dezoito profissionais da imprensa, nacional e internacional, também acompanham esta ação interministerial de apoio aos indígenas. A missão faz parte da Operação COVID-19 deflagrada pelo Ministério da Defesa em coordenação com o Ministério da Saúde.

Antes da decolagem, os militares e jornalistas receberam orientações sobre o emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. 

O FAB 2853 decolou da Ala 1 – Base Aérea de Brasília (DF) às 12h05 e pousou na Ala 7 – Base Aérea de Boa Vista (RR) às 17h30 (horário de Brasília). Na capital roraimense, os profissionais de saúde embarcarão em uma aeronave C-105 Amazonas, pertencente ao Primeiro Esquadrão do Nono Grupo de Aviação (1º/9º GAV) – Esquadrão Arara, que os levará às comunidades de Surucucu, Auaris, Waikas, Maturacá, Flexal e Tiçoca, de etnias Yanomami, Ye-Kuana e Turepang, localizadas no extremo norte do Brasil, próximas à fronteira com a Venezuela.

A Tenente Médica Camila Ribeiro Perucchi, do Hospital de Força Aérea de São Paulo (HFASP), é uma das profissionais de saúde da FAB que participa da missão. “A nossa atuação é muito importante, tanto para a carreira profissional, quanto para a vida pessoal. Levar atendimento para aqueles que não têm acesso à saúde, cuidar e dar atenção, também fazem parte do nosso trabalho”, disse. 

Um dos pilotos da aeronave, Major Aviador Daniel Silva Fortes, relatou a importância da aeronave para essa missão. “A capacidade, segurança e modernidade que o KC-390 possui são fundamentais para que as missões sejam realizadas com êxito, levando apoio a quem precisa, principalmente nesse momento de pandemia”, relatou.

KC-390 Millennium

 

Em 2019, a Força Aérea recebeu as duas primeiras aeronaves KC-390. No último sábado (27/06), o terceiro KC-390 foi entregue à Instituição. O projeto conjunto da FAB com a Embraer foi desenvolvido para atender aos requisitos operacionais estabelecidos, provendo mobilidade estratégica às Forças de Defesa do Brasil.


O KC-390 Millennium tem capacidade de realizar missões de Transporte Aéreo Logístico, Reabastecimento em Voo (REVO), Evacuação Aeromédica, Busca e Salvamento, ajuda humanitária e combate a incêndio, dentre outras. Além da alta capacidade de carga e amplo espaço disponível no compartimento de carga, um dos destaques do KC-390 Millennium é a velocidade da aeronave, capaz de realizar, por exemplo, um deslocamento de 2.690 quilômetros, de São Paulo a Manaus, em menos de quatro horas. Equipado com dois motores turbofan International Aero Engines V2500, aviônicos de última geração, uma rampa traseira e um avançado sistema de movimentação de carga, o KC-390 Millennium pode transportar até 26 toneladas a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), com capacidade de operar em ambientes austeros, incluindo pistas não pavimentadas ou danificadas. A aeronave pode transportar tropas (80 soldados ou 66 paraquedistas), paletes, veículos blindados e helicópteros.

Operação COVID-19

Proteger os cidadãos é uma das funções precípuas das Forças Armadas. Nesse intuito, o Ministério da Defesa, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira enfrentam, juntos, a pandemia de COVID-19 no país. A Operação ocorre em um espaço territorial de grandes proporções, nas 27 Unidades Federativas, com características e necessidades diferentes e com uma população de cerca de 210 milhões de pessoas. As ações envolvem descontaminação de espaços públicos, doações de sangue, transporte de medicamentos e equipamentos de saúde, distribuição de kits de alimentos para pessoas de baixa renda, doação de refeições para caminhoneiros, dentre outras. Na execução dessas atividades, os militares atuam organizados em dez Comandos Conjuntos que cobrem todo o território nacional, bem como no Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE). Esses Comandos reúnem militares das três Forças (Marinha, Exército e Aeronáutica), que desenvolvem esforços no cumprimento das missões.

Fonte: Força Aérea Brasileira

Fotos: Capitão Silva / Ala1 e Capitão Pereira/Ala7

DEIXE UMA RESPOSTA