Airbus A321neo A321XLR LATAM
Imagem: Airbus

A LATAM Airlines encomendou 17 aeronaves Airbus A321neo para expandir ainda mais sua oferta de rotaselevando o total de aeronaves A320neo da companhia aérea para 100. Além disso, a companhia aérea também confirmou trazer o A321XLR para complementar suas operações de longa distância. 

“Aplaudimos a visão estratégica e a ambição de sustentabilidade da LATAM. Este pedido do A321neo logo após sua reestruturação é um forte sinal do valor que a Airbus traz para tornar essa visão e ambição uma realidade. O A321XLR permitirá a abertura de novas rotas e permitirá à LATAM aumentar seu alcance internacional na região”, disse Christian Scherer, diretor comercial e chefe da Airbus International. 

A companhia aérea não especificou quantas aeronaves seriam destinadas as suas subsidiárias bem como quantas encomendas seriam para a versão A321XLR.

O A321neo é o maior membro da Família A320neo da Airbus , que incorpora motores e Sharklets de nova geração, proporcionando mais de 20 por cento de economia de combustível e CO , bem como uma redução de ruído de 50 por cento. 

A versão A321XLR oferece uma extensão de alcance adicional para 4.700 nm, dando à aeronave um tempo de voo de até 11 horas. No mês passado, o A321XLR subiu aos céus pela primeira vez, realizando seu primeiro voo de teste com sucesso.

Até o final de junho de 2022, a Família A320neo havia conquistado mais de 8.100 pedidos de mais de 130 clientes, dos quais quase 550 foram para o A321XLR. Desde sua entrada em serviço há seis anos, a Airbus entregou mais de 2.300 aeronaves da Família A320neo, contribuindo para uma redução de 15 milhões de toneladas na produção de CO .

O Grupo LATAM Airlines e suas afiliadas são o principal grupo de companhias aéreas da América Latina, com presença em cinco mercados domésticos da região: Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, além de operações internacionais em toda a Europa, Oceania, Estados Unidos e o caribenho.

Na América Latina e no Caribe, a Airbus vendeu mais de 1.100 aeronaves e tem uma carteira de pedidos de mais de 500, com mais de 700 em operação em toda a região, representando quase 60% de participação de mercado da frota em serviço. Desde 1994, a Airbus garantiu aproximadamente 70% dos pedidos líquidos na região.

 

 

 

Via: Airbus