Boeing 787-9 Lufthansa D-ABPA
Foto: Lufthansa/Divulgação

A Lufthansa apresentou hoje (1º/06) o primeiro Boeing 787-9 da sua frota em foto oficial. A companhia encomendou um total de 32 aeronaves, com entregas programadas entre 2022 e 2027.

O 787-9 da Lufthansa com a matrícula D-ABPA e nomeado “Berlin” será entregue à Lufthansa durante o verão europeu, após uma aprovação prevista pela FAA (Federal Aviation Administration) para a Boeing retomar as entregas do Dreamliner.

De acordo com a Lufthansa, o Boeing 787-9 consome em média apenas cerca de 2,5 litros de querosene por passageiro em 100 quilômetros de rota de voo. Isso é cerca de 25% do que o modelo anterior, o Airbus A340. A emissão de CO2 também melhora conjuntamente com o menor consumo.

Boeing 787-9 Lufthansa D-ABPA
Foto: Lufthansa/Divulgação

O Boeing 787-9 “Berlin” oferece aos viajantes instalações de cabine aprimoradas – incluindo acesso direto ao corredor para todos os passageiros da Classe Executiva.

A Lufthansa planeja lançar uma nova Classe Executiva e muito provavelmente será no novo Boeing 787. Esta será a primeira vez que a companhia aérea alemã vai operar o Dreamliner, porém nos últimos anos o Boeing 747-400, 747-8 e o Airbus A380 foram as principais aeronaves para voos longos e internacionais da empresa.

Após as semanas que levará para a conversão de cabine na Lufthansa Technik em Frankfurt, a aeronave será usada inicialmente em rotas domésticas alemãs para fins de treinamento.

O primeiro destino intercontinental programado do “Dreamliner” da companhia será a metrópole canadense de Toronto, partindo de Frankfurt.