Foto - ANA Aeroportos

O Ministro das Infraestruturas e da Habitação de Portugal, Pedro Nuno Santos, visitou nesta segunda-feira (29/04) o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, para acompanhamento dos trabalhos do recente investimento de ampliação do caminho de circulação.

Na visita participou, igualmente, o CEO da VINCI Concessions e Chairman da VINCI Airports, Nicolas Notebaert que afirmou: “A VINCI Airports orgulha-se de contribuir para o crescimento econômico do país, em particular num destino turístico tão popular como o Porto. Neste aeroporto, atingimos o mais elevado nível de crescimento, desde o investimento realizado em 2013 na ANA Aeroportos – em apenas seis anos, o tráfego duplicou de 6 para 12 milhões de passageiros, e por isso, decidimos investir no aeroporto, potenciando ainda mais região do Porto”.

Sobre a ampliação do caminho de circulação, Thierry Ligonnière, CEO da ANA Aeroportos, referiu que “este investimento de 15 milhões de euros traduz-se num aumento de capacidade de pista de forma a preparar o Aeroporto do Porto para continuar a crescer, como aliás sucede nos últimos anos”.

Fernando Vieira, Diretor do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, congratula-se pelos investimentos realizados lembrando os sucessivos prêmios que este aeroporto vem recebendo, “demonstrando assim a dedicação e compromisso assumidos pelos colaboradores da ANA e do Aeroporto do Porto na melhoria contínua dos serviços prestados aos seus passageiros”.

O evento incluiu uma sessão de apresentação do projeto de investimento, seguida de visita guiada aos principais pontos da infraestrutura, incluindo à referida intervenção.

Também participaram no evento, o Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Alberto Souto Miranda, o Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, o Presidente da Câmara Municipal da Maia, António Silva Tiago e o Presidente do Conselho de Administração da ANA Aeroportos de Portugal, José Luís Arnaut.

 

O AEROPORTO FRANCISCO SÁ CARNEIRO

Em 2018, o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, recebeu 11,9 milhões de passageiros, um número que representa uma alta de 10,7% relativamente ao ano anterior.

A elevada procura do Aeroporto do Porto tornou possível que, este ano, passe a estar ligado a 78 destinos (mais 6 que em 2018) e a ter disponível 89 rotas (mais 7 que em 2018), operadas por 28 diferentes companhias aéreas.