Northrop Grumman E-2D Advanced Hawkeye
E-2D Advanced Hawkeye. Foto: Northrop Grumman.

A Northrop Grumman fechou um contrato de US$353.6 milhões com a Marinha dos EUA para iniciar a produção de três E-2D Advanced Hawkeye para a Marinha da França. O negócio já havia sido aprovado pelo Departamento de Estado dos EUA em julho de 2020. 

Atualmente, a Aviação Naval francesa possui três E-2C Hawkeye, operados pela 4 Flotille com sede na Base Aéronavale de Lann Bihoué. Estas aeronaves serão substituídas pelos novos E-2D, cuja entrega deve ser concluída em abril de 2027.

Os Hawkeyes da Aéronavale operam no porta-aviões nuclear Charles de Gaulle (R91), fornecendo a importante capacidade de alerta antecipado e controle (AEW&C). O contrato marca, também, a segunda vitória de exportação do E-2D, que já foi encomendado pela Força Aérea de Autodefesa do Japão. Taiwan e Egito, que já operam o E-2C, também teriam interesse na aquisição do E-2D. 

E-2D AHE
Aeronaves E-2D Advanced Hawkeye. Foto: Northrop Gumman

O Advanced Hawkeye tem como principais diferenças o radar de varredura eletrônica ativa (AESA) AN/APY-9, motores Allison T56-A-427A melhorados, glass cockpit, capacidade de reabastecimento em voo e melhorias nos sistemas de comunicação e enlace de dados.

Também há a possibilidade do copiloto trabalhar como um 4º Operador Tático, podendo modificar rapidamente sua estação de trabalho. Os primeiros E-2D de produção foram entregues à Marinha dos Estados Unidos em 2010. 

DEIXE UMA RESPOSTA