Um dos quatro F-16C poloneses desdobrados em Keflavik, na Islândia. Foto: OTAN/Divulgação.

O Centro de Operações Aéreas Combinadas do Norte (CAOC) da OTAN, aliança militar liderada pelos Estados Unidos, certificou o destacamento de caças F-16 Fighting Falcon da Força Aérea Polonesa, atualmente desdobrados na base aérea de Keflavík, na Islândia, como apto para a missão de policiamento aéreo da aliança no país. 

Esta é a primeira vez que caças da Polônia assumem a missão que é realizada através de rodízios entre as forças aéreas dos países membros. Durante três semanas, contando a partir da última segunda-feira (06), os F-16 poloneses estarão patrulhando os céus da Islândia. O destacamento estará de prontidão 24 horas por dia, sete dias por semana, com seus quatro caças. 

“Como membro da Força Aérea Polonesa, estou orgulhoso de ver meus compatriotas aqui na Islândia, demonstrando suas habilidades e seu nível de integração na missão de Polícia Aérea duradoura da OTAN”, disse o General-Brigadeiro Slawomir Zakowski, Subcomandante do CAOC Uedem, Alemanha. “A Força Aérea polonesa mostra seu compromisso com a Aliança aqui e em casa, onde conduzimos policiamento aéreo 24 horas por dia, 7 dias por semana e onde hospedamos um destacamento de F-16 turcos”, acrescentou. 

Veja Mais: USAF envia bombardeiros stealth B-2 para a Islândia 

OTAN/Divulgação.

A equipe de certificação do CAOC expôs os caças F-16 poloneses a exercícios rígidos, confirmando que eles têm todos os requisitos necessários em vigor para responder a situações do mundo real e voar com segurança no espaço aéreo islandês. “Como um aliado no flanco oriental da OTAN, estamos muito cientes da importância da prontidão, dissuasão e defesa”, disse o general Zakowski. “Aqui na Islândia e em casa, nos concentramos na cooperação e interoperabilidade e trabalhamos juntos ao longo de táticas, técnicas e procedimentos comuns e demonstramos coesão”. 

“Nosso dever aqui é proteger o espaço aéreo de nosso aliado Islândia. Este é o mesmo trabalho que fazemos em casa e coletivamente com nossos Aliados da OTAN”, disse o tenente-coronel Michał Kras, comandante do destacamento polonês de F-16 em Keflavik. “Ajudaremos outras aeronaves que precisam de nosso apoio e – quando necessário – dissuadiremos aqueles que voam perto ou ameaçam o espaço aéreo da Islândia. Com nossa unidade certificada de acordo com os procedimentos de policiamento aéreo da OTAN na Islândia, agora estamos prontos para atuar 24 horas por dia, 7 dias por semana”, diz o oficial. 

OTAN/Divulgação.

Dada a sua localização geográfica única, os Aliados, em conjunto com as autoridades islandesas, concordaram que a resposta apropriada é manter uma presença periódica de aviões de combate da OTAN baseados na Base Aérea de Keflavik para ajudar a manter o espaço aéreo islandês seguro e protegido. O foco da “missão de preparação para tempos de paz” é realizar o treinamento de voo de rotina e exercícios para a Aliança para atender aos requisitos e necessidades da Islândia para se manter preparada, para monitorar e gerenciar seu espaço aéreo em tempos de paz, explica a OTAN. 

DEIXE UMA RESPOSTA