Jato de treinamento avançado M346 Master. Foto: Leonardo/Divulgação.

Os Chefes de Estado-Maior das forças aéreas da Itália e do Japão assinaram um acordo onde pilotos militares do país asiático serão treinados na Escola Internacional de Treinamento de Voo (IFTS). 

O acordo técnico foi firmado foi assinado virtualmente entre o General Alberto Rosso da Força Aérea Italiana (AMI) e o General Shunji Izutsu da Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF).

Desta forma, os pilotos militares japoneses participarão de cursos de treinamento avançado (Fase IV) na IFTS, um projeto conjunto da AMI e da Leonardo, que inclui também uma parceria industrial entre Leonardo e a CAE para a manutenção/suporte da frota de aeronaves e simuladores. Com a assinatura do acordo, o Japão também se tornou o terceiro cliente da IFTS, juntando-se à Alemanha e o Catar. 

O interesse do Japão nas capacidades de treinamento desenvolvidas pela Força Aérea Italiana foi consolidado após uma série de discussões e iniciativas que culminaram com uma visita à 61ª Ala na Base Aérea de Lecce-Galatina em setembro de 2020. 

Simulador do M346. Foto: Leonardo.

Foi quando uma delegação da JASDF foi capaz de observar a excelência do sistema de treinamento da Força Aérea Italiana, particularmente o Sistema de Treinamento Integrado desenvolvido pela Leonardo e centrado na aeronave T-346A Master. 

O acordo técnico recém-assinado permite um aumento gradual na entrada de aviadores da JASDF nos próximos anos. Futuramente, os instrutores japoneses poderão ser recebidos na escola para trabalhar lado a lado com os colegas italianos, numa abordagem que favoreça a troca de experiências, a otimização e padronização de procedimentos, em benefício de todos os operadores do setor.

“Hoje é uma data importante e histórica. Tenho o orgulho e a honra de poder assinar este acordo, que traçará para os dois países o caminho para crescermos juntos, para compartilharmos competências profissionais, permitindo que nossos funcionários trabalhem em contato próximo, sinergia e amizade”, disse o General Rosso pouco antes de assinar o contrato.

“Este é mais um passo importante na colaboração entre nossas Forças Aéreas: já estamos cooperando com grande sucesso em muitas áreas, por exemplo, tendo plataformas comuns como a aeronave F-35 e o avião-tanque KC-767. […] A distância que hoje nos separa é apenas geográfica, mas nossos países estão próximos, unidos em sintonia em muitos temas e historicamente conectados. Lembramos, por exemplo, o “voo Roma – Tóquio” do pioneiro Arturo Ferrarin, que celebramos na semana passada em sua cidade natal, Thiene (norte da Itália): uma empreitada histórica e também um poderoso símbolo do vínculo forte e duradouro que une nossos dois países.”

IFTS. Imagem: Leonardo/Divulgação.

“Assinando hoje o acordo técnico, agradeço profundamente o amplo apoio e cooperação de você e sua equipe. Acredito que este seja um passo significativo para aprofundar a cooperação de defesa e os intercâmbios entre a Koku-Jieitai (Força Aérea de Autodefesa do Japão) e a Força Aérea Italiana. Esta é uma de suas grandes conquistas. Permita-me estender meu sincero respeito por suas realizações e gratidão por sua contribuição para o relacionamento Japão-Itália. Eu realmente desejo seu sucesso e prosperidade contínuos, e progresso para a Força Aérea Italiana.”

DEIXE UMA RESPOSTA