TAP Passagens

O presidente do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil de Portugal, Tiago Faria Lopes, declarou nesta última terça-feira (22) que os pilotos da TAP devem tentar um novo acordo com a aérea nos próximos dias.

Em entrevista para a RTP3, Faria Lopes descreve que os pilotos concordaram em negociar um corte salarial de apenas 25%, ante os 45% proposto pela companhia aérea. Com o acordo mútuo dos tripulantes, a proposta será encaminhada na próxima semana à mesa diretora da companhia aérea.

O impasse do corte de salários na TAP perdura desde o início da pandemia, em 2020, e ainda não foi resolvido pela companhia. Se os salários diminuírem 45%, o presidente do sindicato alerta que muitos podem migrar para outras aéreas em busca de melhores condições, em plena temporada de verão da Europa.

Durante a última crise da Covid-19, a TAP chegou a cogitar uma diminuição de 3600 postos de trabalho, entre comissários de bordo, pilotos e funcionários de solo. O corte de 45% nos salários dos pilotos representa uma grande economia anual para a companhia aérea, na ordem de dezenas de milhões de Euros. Contudo, para os pilotos o corte é abrupto em um momento de alta inflação na Europa.

 

Via: RTP3