• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Por falta de funcionários, Lufthansa deverá cancelar 34.000 voos no verão europeu

Lufthansa Voos Frankfurt
A320neo- Foto: Lufthansa

As companhias aéreas europeias esperam ansiosamente pela alta temporada do verão europeu, época em que o número de viagens se eleva, e há uma grande expectativa a medida que os impactos da pandemia diminuem. Entretanto, a Lufthansa poderá enfrentar grandes problemas neste período.

A falta de funcionários ainda é um dos grandes problemas enfrentados pela companhia aérea alemã, e em razão disso, a malha de voos prevista sofreu mudanças para o verão europeu.

De acordo com um porta-voz, a Lufthansa revisou a programação de voos e levou em consideração a falta de funcionários, e preferiu cancelar 34.000 voos para o período. Os voos mais afetados serão dos dois principais hubs em Frankfurt e Munique. 

A companhia aérea disse que todos os passageiros afetados pelos cancelamentos serão avisados previamente, e fornecerá o suporte para acomodar ou reembolsar. A empresa enfrentará mais um grande volume de voos cancelados, somente nesta última semana mais de 1.300 voos das empresas do Grupo Lufthansa foram cancelados.

Michael Niggemann, que faz parte do Conselho Executivo da empresa, lamentou os transtornos causados pelos cancelamentos em decorrência da greve de funcionários realizada nos aeroportos alemães no último final de semana. Niggemann disse ainda que o sistema de transporte aéreo está vulnerável. 

“Não fazemos parte da negociação coletiva e não temos influência sobre ela – no entanto, nossos convidados, e somos massivamente afetados. Mais de 1.300 cancelamentos de voos apenas para as companhias aéreas do Grupo Lufthansa mostram mais uma vez o quão vulnerável e frágil é o sistema de transporte aéreo para interromper a atividade”, disse o executivo.

Veja mais:

A Lufthansa informou a todos os passageiros sobre os cancelamentos do último final de semana, e ofereceu soluções como passagens de trem, vale-refeição e acomodações em hotéis. 

A greve que afetou sete aeroportos na Alemanha reivindicava melhores condições de trabalho e realizar reajuste de salários que foram impactados com a pandemia. Diversos voos da Lufthansa e de outras companhias aéreas foram cancelados.

 

 

Com informações do Schengenvisa

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.