Airbus A220 airBaltic SAS
Foto: Divulgação Airbus

Apesar de operar somente com aviões de nova geração, a airBaltic parece estar enfrentando algumas dificuldades com seus Airbus A220.

De acordo com Martin Gauss, que é CEO da empresa, seis aviões estão atualmente fora de operação por falta de peças de reposição no mercado. Os problemas nas cadeias de fornecimento também estão sendo enfrentados pelas fabricantes das aeronaves, como citamos Clicando Aqui.

Por este motivo, Gauss justificou que a frota da companhia, composta por 36 aviões Airbus A220, está no momento menor, e causando alguns atrasos nos voos. A companhia também está enfrentando várias limitações de operações em alguns aeroportos europeus, o que causa ainda mais problemas para a malha de voos.

“Atualmente, os problemas globais da cadeia de suprimentos estão forçando seis de nossas aeronaves a permanecerem no solo porque estão faltando peças de reposição para trabalhos de manutenção regular”, explicou Gauss.

“Francamente, acho que os problemas da cadeia de suprimentos provavelmente durarão até 2023, talvez o final de 2023”, disse o presidente-executivo da Safran, Olivier Andriès.

Para contornar o problema, a companhia arrendou temporariamente seis aeronaves A220 da Swiss, para utilizar na sua frota. Alguns Boeing 737 da Ukraine International Airlines também estão entrando na malha através de contratos de wet-lease.

Os Airbus A220 da AirBaltic possuem uma configuração para levar até 145 passageiros em uma distribuição de 2×3.