Além de chamar a atenção das companhias que já usam o 757 e o A321, a Emirates também ficou impressionada com o projeto do novo conceito NMA apresentado pela Boeing, este conceito é uma aeronave que visa preencher uma lacuna entre o Boeing 737 MAX e o Boeing 787 na atual lista de aeronaves ofertadas pela Boeing.

Tim Clark disse que o projeto é desafiador e quebra os princípios de design atuais, porém a Boeing precisa convencer que sua nova aeronave pode realmente ser mais rentável para voos de média-longa distância, em comparação com o 787 e o A330neo.

“Com seu design otimizado para voos de baixo custo com dois corredores e menor volume de carga, devo dizer que fiquei bastante impressionado, embora não talvez para nós”, disse Clark citando a apresentação do estágio conceitual da aeronave.

Dado o tamanho da frota de companhias aéreas de baixo custo, Clark acredita que esse é o tempo certo em que os projetos de aeronaves sejam otimizados para as necessidades específicas do setor, em vez de serem baseados em configurações típicas de aeronaves de 1950, como o Boeing 707.

Tim Clark também afirmou que apesar da modernidade e do novo conceito, este é um momento crítico para a aviação mundial, de acordo com ele há um “excesso de aviões novos” nas companhias aéreas, mas nessa faixa de assentos há uma oportunidade de renovação das tecnologias.

“O A32neo e o 737 MAX estão na zona de compra de vários CEOs, não há muito risco ao comprar essas aeronaves, as companhias não precisam desembolsar muito dinheiro para comprar esses modelos”, disse Tim Clark.

Ele finalizou comentando que a Emirates pode adaptar seu modelo de negócios, que atualmente só envolve aeronaves de grande porte, como o A380 e o 777, a companhia já destacou que espera encomendar uma aeronave menor nos próximos anos, como o 787 e o A350. Mas se o projeto da Boeing for muito bom o Presidente da Emirates vai analisar a possibilidade de comprar a nova aeronave, e adaptar ela nas suas rotas.

“Se tivéssemos uma operação regional dentro do Oriente Médio não diria absolutamente nada, mas eu ainda não vi as especificações do avião”, disse Tim Clark.

 

Via – FlightGlobal

 

Veja mais em:

Boeing lança primeira foto do novo 797