Arte do pouso do Perseverance em Marte- Foto/Divulgação: NASA

O rover Perseverance da Nasa pousou com sucesso em Marte na tarde desta quinta-feira, dia 18 de fevereiro, a complicada decida no planeta vermelho foi transmitida ao vivo pela agência espacial norte-americana.

“Este pouso é um daqueles momentos cruciais para a NASA, os Estados Unidos e a exploração espacial globalmente – quando sabemos que estamos prestes a descobrir e apontar nossos lápis, por assim dizer, para reescrever os livros didáticos”, disse o administrador interino da NASA Steve Jurczyk. 

“A missão Mars 2020 Perseverance incorpora o espírito de nossa nação de perseverar mesmo nas situações mais desafiadoras, inspirando e fazendo avançar a ciência e a exploração. A própria missão personifica o ideal humano de perseverar em direção ao futuro e nos ajudará a nos preparar para a exploração humana do Planeta Vermelho”, completa.

 

A atmosfera marciana é muito tênue, o que dificulta muito os pousos, no entanto, o rover mais tecnológico já enviado ao planeta usou seus equipamento para um toque perfeito.

O Perseverance foi lançado em julho de 2020 e percorreu 472 milhões de quilômetros entre a Terra e Marte, a viagem até o nosso planeta vizinho durou sete meses.

Assim que pousou na cratera Jezero (local de estudos do rover), o robô enviou sua  primeira imagem de Marte.

View this post on Instagram


A post shared by NASA (@nasa)

Com o passar dos dias a Nasa deve publicar mais imagens da decida do Perseverance, o rover é equipdo com câmeras de alta definição.

A Missão:

Planeta Marte e suas luas Deimos e Fobos-(Foto Divulgação)

O rover Perseverance tem como objetivo a busca por vida microbiana passada no solo da cratera, que no passado foi local de um grande lago.

O equipamento na verdade é um laboratório geológico, algumas experiências serão feitas, uma delas é a coleta de materiais marcianos que serão guardados para que uma futura missão vá buscar tais materiais e os traga para a Terra. 

Um dos vários experimentos será o uso do MOXE, um equipamento que vai tentar transformar dióxido de carbono em oxigênio.

Rover Perseverance- Foto cortesia da NASA / JPL-Caltech.

“Os instrumentos científicos sofisticados do Perseverance não só ajudarão na caça à vida microbiana fossilizada, mas também expandirão nosso conhecimento da geologia marciana e seu passado, presente e futuro”, disse Ken Farley, cientista do projeto para Marte 2020, da Caltech em Pasadena, Califórnia. 

Outra novidade é a presença de um mini-helicóptero, o Ingenuity. O objetivo do drone é provar se é possível ou não um voo controlado no planeta.

Ingenuity Mars Helicopter- Foto: NASA