Tom Cruise
Ator Tom Cruise.

Perto do lançamento do filme Top Gun: Maverick, que estreará em março, a estatal russa Rostec State Corporation decidiu aproveitar o bom momento de divulgação do longa e fornecer um convite especial ao ator Tom Cruise.

A Rostec chamou o ator para participar do evento MAKS-2023, o principal de aviação na Rússia, especificamente para conhecer o Sukhoi Su-57, caça que está presente também no novo filme durante um combate aéreo.

“O Su-57 é uma máquina poderosa e avançada. Impressiona e inspira. Não só os militares, mas também, como vemos, os cineastas. Convidamos Tom Cruise ao MAKS-2023 para conhecer de perto o Su-57 e ver com seus próprios olhos as impressionantes acrobacias nesta aeronave que são realizadas por ases russos”, disse a Rostec em uma nota de imprensa.

Caças russos Sukhoi Su-57, o mais avançado produzido pelo país atualmente.

O Su-57 aparece no novo trailer lançado nesta semana pela Paramount, produtora que participou da produção do filme. 

O vídeo dá mais detalhes sobre o enredo do longa-metragem e traz a primeira imagem do personagem de Val Kilmer, Tom ‘Iceman’ Kazansky, no novo filme, bem como uma rápida aparição do Sukhoi Su-57, caça russo de 5ª Geração.

Aos 02:08 é possível ver o caça stealth russo manobrando contra o avião dos “mocinhos”, que nada mais é do que um F-14 Tomcat, aeronave que foi protagonista do filme clássico. 

Veja abaixo:

Com lançamento previsto para 26 de maio no Brasil, Top Gun: Maverick é a sequência de Top Gun: Ases Indomáveis, blockbuster de 1986. O filme é apresentado 30 anos após o primeiro longa, e pode ter realmente o Su-57 em uma situação de combate, de acordo com a Rostec, visto que o caça russo foi testado no inverno de 2018 em situação de combate na Síria.

O SU-57 é um caça de 5º geração que fez seu voo inaugural em janeiro de 2010. O caça russo faz frente aos norte-americanos F-22 Raptor e F-35, atualmente é o mais avançado produzido pela Rússia.
 
De acordo Sergei Dronov, vice-comandante-em-chefe da Força Aeroespacial, a Rússia planeja receber 76 caças furtivos Sukhoi SU-57 até 2028.
 
 
Com informações de TASS.