Foto - Yulia Loris/TASS

A Força Aérea da Rússia equipou 10 caças MiG-31 com os novos mísseis hipersônicos Kinzhal, para testes em condições simuladas.

Esse míssil faz parte de um novo conjunto de armas, citado por Putin durante uma declaração intimidadora em março deste ano.

“O MiG-31 é o seu portador do míssil hipersônico Kinzhal, este avião é o mais adequado para acelerar esse míssil até a velocidade necessária e à altitude necessária. Para provar que não é algo irrealista, hoje em dia dez aviões deste tipo já estão em serviço e estão prontos para serem usados dependentemente da situação”, disse o vice-ministro da Defesa russo, Yuri Borisov.

O míssil Kinzhal tem capacidade de atingir alvos a mais de 2000 km de distância, e pela sua velocidade (Mach 10) consegue anular os efeitos de qualquer sistemas de defesa antimíssil. Para a Rússia, que tem grande extensão territorial, esse míssil é essencial para conseguir realizar uma defesa à longa distância do seu território e de aliados.