Iron Maiden Boeing 747
Foto: Pedro Viana/Aeroflap

A turnê do The Book of Souls, do Iron Maiden em 2016, foi sem dúvidas umas das melhores da banda ícone do Heavy Metal.

Junto com as grandiosas canções da banda e a estrutura de apresentação, estava o Ed Force One, que nesta turnê em questão foi um Boeing 747-400 que rodou o mundo levando o nome da banda na fuselagem e um Eddie (mascote da banda) no estabilizador vertical.

Durante a turnê o avião chamou a atenção por onde passava, incluindo de fãs da banda, à spotters. Inclusive a aeronave passou aqui pelo Brasil, onde foi registrada por nossa equipe aqui em Brasília.

Continua depois do anúncio

Na época o Ed Force One estava vindo de um reparo em Santiago, no Chile, após um incidente no pushback que danificou um de seus motores que precisou ser trocado.

Cmte Bruce Dickinson e ao fundo o glorioso Ed Force One.  Foto Copyright by Jonh McMurtrie

No comando do Ed Force One está o vocalista Bruce Dickinson, que além de cantor do Maiden, é piloto, empresário da aviação, esgrimista e várias outras atividades. Saiba um pouco mais sobre esse ícone de pessoa, chamado Bruce Dickinson.

Bruce pode pilotar juntamente com uma equipe de outros pilotos o gigante da Boeing ao redor do mundo, quando estava cansados dos shows dormia, quando estava bem,voltava a sua função de piloto que é sua paixão desde pequeno, atentes mesmo de sonhar em ser cantor de rock.

Continua depois do anúncio

Vejam um pouco mais do Ed Force One neste vídeo narrado pelo Comandante Bruce Dickinson:

 

Mas para onde foi o Ed Force One após o fim da turnê?

Continua depois do anúncio

Com o fim da turnê de 2016 o Maiden deu uma parada e voltou aos palcos para a turnê The Legacy of the Beast, que inclusive passou pelo Rock in Rio no ano passado. Mas desta vez a banda não está com o seu avião Ed Force One. 

Ec Force One a todo vapor decolando da 11L do SBBR rumo ao SBFZ (2016)

O Boeing 747 que serviu a banda que era alugado voltou à Islândia e foi fretado para levar 350 torcedores islandeses para Marselha, ainda com a pintura do Maiden. Após essa viagem a aeronave voltou à Islândia onde para mundos infelizmente teve a pintura da banda foi removida.

Em seguida a aeronave foi alugada à Saudi Arabian Airlines para o uso regular de passageiros e desde então está nessa função. 

Continua depois do anúncio