Neste último sábado (20/04) um teste com uma cápsula da SpaceX, do modelo Dragon Crew (para astronautas), terminou em um incidente no Cabo Canaveral.

A SpaceX retomou os testes com os motores SuperDraco da cápsula, que neste caso são acionados juntamente com o sistema de ejeção de emergência. Um paraquedas funciona paralelo ao sistema de ejeção de emergência.

“A SpaceX realizou uma série de testes de motores em nosso veículo de testes Crew Dragon em nosso local de testes de Cabo Canaveral”. “Os testes iniciais se desenvolveram normalmente, mas a prova final terminou em uma anomalia”, disse um porta-voz da SpaceX, sem dar mais detalhes.

Um fotógrafo do Flórida Today captou um momento onde uma nuvem de fumaça preta surgiu após o som de um estrondo.

No primeiro dia de março deste ano a SpaceX realizou uma missão bem-sucedida de lançar a cápsula Dragon Crew rumo à Estação Espacial Internacional, utilizando um foguete Falcon 9 Block 5.

Um outro teste seria realizado em junho, mas a NASA e a SpaceX vão investigar as causas do incidente deste sábado. Geralmente procedimentos como esse não são divulgados pela empresa e a agência, a perícia ajuda a apontar problemas nos equipamentos e como solucioná-los, no longo prazo, se a cápsula precisar de correções, isso pode atrapalhar as missões de testes previstas pela SpaceX.

SpaceX cumpre primeira missão da Dragon Crew com sucesso