Foto - Boeing/Divulgação

Oscar Munoz se afastará de seu cargo de CEO da United Airlines no próximo ano, para se tornar Presidente Executivo do Conselho de Administração. Ele será substituído por um ex-presidente da American Airlines, Scott Kirby, a partir de maio de 2020.

Em uma declaração à imprensa, a United Airlines destacou o impacto que o mandato de Munoz teve na empresa. E o próprio Munoz disse que a posição lhe permitiu alcançar tudo o que pretendia.

Ele disse: “Quando entrei na United como CEO, estabeleci metas ambiciosas para construir um novo espírito da United, recuperando a confiança de nossos funcionários e clientes. O desempenho operacional e financeiro da United não é apenas melhor – é melhor do que nunca… transformamos a United ainda mais rápido do que esperávamos e há uma incrível sensação de empolgação com o futuro. ”

Ao mesmo tempo que a sensação é de “renovação”, Munoz evitou falar sobre as polêmicas durante a sua gestão, que quase custaram a sua retirada antecipadamente do cargo.

E o futuro é algo que Munoz está ansioso há um tempo. Em 2016, ele contratou J. Scott Kirby da American Airlines com o otimismo de que um dia ele próprio poderia se tornar CEO.

O United disse que Munoz e Kirby continuarão trabalhando juntos. Além disso, Munoz enfatizou que a atual estabilidade e distinção da United como companhia aérea contribui para um bom momento para mudar de liderança. Embora possa ser assim, isso não explica por que Munoz decidiu fazer sua ascensão ao cargo de Presidente Executivo neste momento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA