Boeing Loyal-Wingman- Foto: Boeing

 A Boeing Austrália e a Força Aérea Real Australiana (RAAF) concluíram com sucesso o primeiro voo de teste da aeronave UAV Loyal Wingman

O voo da primeira aeronave militar a ser projetada e fabricada na Austrália em mais de 50 anos voou sob a supervisão de um piloto de teste da Boeing que monitorava a aeronave de uma estação de controle de solo no Woomera Range Complex.

“O primeiro voo do Loyal Wingman é um passo importante neste projeto significativo de longo prazo para a Força Aérea e a Boeing Austrália, e estamos entusiasmados por fazer parte desse teste bem-sucedido”, disse a Vice-Marechal da Aeronáutica Cath Roberts, RAAF Chefe da Capacidade da Força Aérea. “O projeto Loyal Wingman é um pioneiro para a integração de sistemas autônomos e inteligência artificial para criar equipes homem-máquina inteligentes.”

“Por meio desse projeto, estamos aprendendo como integrar essas novas capacidades para complementar e estender o combate aéreo e outras missões”, disse ela.

Após uma série de testes de táxi validando o manuseio em solo, navegação e controle e interface do piloto, a aeronave concluiu uma decolagem bem-sucedida por sua própria força antes de voar uma rota pré-determinada em diferentes velocidades e altitudes para verificar a funcionalidade de voo e demonstrar o desempenho do Projeto do Sistema de Equipes do Poder Aéreo.

“A Boeing e a Austrália são pioneiras em operações de combate totalmente integradas por aeronaves com e sem tripulação”, disse o presidente e CEO da Boeing Defense, Space & Security, Leanne Caret. “Estamos honrados em abrir esta parte do futuro da aviação com a Real Força Aérea Australiana e estamos ansiosos para mostrar aos outros como eles também podem se beneficiar de nossas capacidades leais de ala.”

Loyal Wingman- Foto; Boeing

Com o apoio de mais de 35 equipes da indústria australiana e aproveitando os processos inovadores da Boeing, incluindo técnicas de engenharia baseadas em modelos, como um gêmeo digital para missões de teste de voo digital, a equipe foi capaz de fabricar a aeronave do projeto ao voo em três anos.

Esta primeira aeronave Loyal Wingman está servindo como base para o Boeing Airpower Teaming System, que está sendo desenvolvido para vários clientes globais de defesa. A aeronave voará ao lado de outras plataformas, usando inteligência artificial para se juntar a recursos tripulados e não tripulados existentes para complementar as capacidades da missão.

 

Fonte: Boeing