• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Vídeo: clássico caça F-80 volta a voar, mas de uma forma diferente

F-80 Shooting Star Caça EUA Exército CH-47 Chinook helicóptero
Caça a jato da década de 1950 foi transportado por um helicóptero Ch-47 Chinook. Foto: Exército dos EUA.

Um caça a jato F-80 Shooting Star voltou aos céus dos Estados Unidos, mais de 60 anos depois de ser aposentado. Um helicóptero CH-47 Chinook levou o avião da base de Camp Dodge até Sioux City, no estado de Iowa, para ser repintado. 

O transporte da aeronave, parte da 1ª geração de caças a jato, ocorreu na última sexta-feira (16). Dois helicópteros pesados Chinook do Exército dos EUA foram destacados para a missão. 

A aeronave estava preservada na base militar em Des Moines, mas precisava de uma renovação na pintura. Para evitar que o avião da década de 1950 fosse desmontado, a operação de transporte aéreo foi montada, com o jato sendo levado até as instalações de pintura da Guarda Aérea Nacional de Iowa, em Sioux City. 

Durante o voo, o F-80 estava nas mãos do engenheiro de voo do CH-47,  Staff Sgt. Jesse Ayala. Ele disse que o carregamento da aeronave para Sioux City permitiu que eles praticassem métodos de recuperação de aeronaves. “O que fizemos hoje é uma ótima prática para as missões reais que temos que fazer”, comentou Ayala.

Foto: Exército dos EUA.

Ayala acrescenta que a recuperação de aeronaves abatidas é uma parte importante da missão dos helicópteros CH-47. Transportar o F-80 permite que sua equipe obtenha grande experiência enquanto se move em um ritmo seguro. “Em uma missão no mundo real, poderia salvar vidas e equipamentos”, completou.

O F-80 foi o primeiro caça a jato de sucesso dos EUA. O Bell P-59 Airacomet precedeu o F-80 da Lockheed, mas tinha uma performance insatisfatória. O Shooting Star voou pela primeira vez em 1944, quando ainda era designado P-80. 

O F-80 não teve tanto sucesso no exterior, sendo exportado para apenas seis países, todos sul-americanos, incluindo o Brasil, onde serviu entre 1958 e 1967. O mesmo não pode ser dito sobre o T-33 T-Bird, versão de treinamento de ataque do F-80, que viu serviço em mais de 40 nações (novamente com a presença brasileira na relação). 

F-80C do Esquadrão Pacau da Força Aérea Brasileira. Foto: FAB.

Confira algumas especificações técnicas da aeronave. 

  • Comprimento: 10,5 metros 
  • Altura: 3,4 metros 
  • Envergadura: 11,8 metros
  • Motor: Turbojato Allison J33
  • Velocidade máxima: 933 km/h
  • Autonomia: 1754 km
  • Armamentos: Seis metralhadoras Browning M2/M3 calibre .50 BMG; Foguetes HVAR de 127 mm ou bombas de 1000 libras. 

Com informações do US Army.

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 


Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.