O F-39E FAB 4101, primeiro Gripen de produção do Brasil, em voo. Imagem: Saab.

Ocorreu nesta quarta-feira (24) a cerimônia de entrega de quatro novos caças F-39E Gripen à Força Aérea Brasileira. A solenidade é realizada na sede da Saab em Linköping, na Suécia, com a presença do Comandante da FAB, Tenente Brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Jr. 

Ainda na segunda-feira, o Ten. Brig. Baptista Jr. informou em carta que estava indo à Suécia receber os novos caças. Ontem, o oficial se encontrou com o Comandante da Força Aérea Sueca, Major General Carl-Johan Edström.

“É uma satisfação acompanhar a concretização de mais uma etapa no processo de entrega dos F-39 Gripen, que vai liderar a evolução da capacidade de combate da Força Aérea Brasileira“, disse o Brigadeiro Baptista Junior.

“Este projeto representa um novo patamar tecnológico para o Brasil e é de fundamental importância para o desenvolvimento de nossa Base de Defesa Industrial.”

A Saab também publicou um vídeo, mostrando o primeiro voo de um Gripen operacional da FAB. Confira as imagens abaixo. 

Na cerimônia desta quarta-feira, a Saab apresentou os seis primeiros Gripen de produção sendo quatro brasileiros e dois suecos. Além do Comandante da FAB, também estiveram presentes o presidente e CEO da Saab, Micael Johansson, o vice-presidente sênior e chefe da área de negócios da Saab Aeronáutica, Jonas Hjelm e o Major General Edström. 

Agora, a fabricante sueca entra na fase de entrega dos caças. 

“Essas entregas são uma parte importante do fortalecimento de nossas capacidades e da defesa da Suécia. O JAS-39E Gripen aumentará a capacidade de defesa da Suécia, permitindo-nos construir uma Força Aérea mais forte e taticamente superior para cada situação”, disse o Comandante da Força Aérea Sueca.

Os quatro F-39 entregues hoje são os primeiras unidades operacionais da FAB e entrarão em serviço com o 1º Grupo de Defesa Aérea, o Esquadrão Jaguar da Base Aérea de Anápolis. 

SAAB F-39 GRIPEN FAB 4101 VOO 1
Imagem: Saab.

“O início da fase de entrega em série com essas quatro aeronaves para a Força Aérea Brasileira e duas para a Força Aérea Sueca é uma conquista de extrema importância para o programa do Gripen. Isso mostra que temos um produto maduro e que cumprimos nossas obrigações contratuais”, disse Micael Johansson.

Tudo isso foi possível graças às nossas formas inteligentes de trabalho, tecnologias de produção inovadoras e estreita cooperação com os clientes”, acrescentou.

Durante a visita à Saab, várias aeronaves de produção em série e de teste foram apresentadas às autoridades, que também tiveram a oportunidade de testar o novo simulador de treinamento de missão Gripen e ver uma exibição aérea com aeronaves Gripen suecas e brasileiras.

SAAB GRIPEN FAB E SUÉCIA VOO
Imagem: Saab.

As aeronaves brasileiras receberam as matrículas FAB 4101, 02, 03 e 04. Após os recebimento, dois dos quatro Gripen serão enviados ao Brasil por via marítima. A previsão é de que os aviões sejam embarcados até o final de dezembro, chegando ao país em janeiro de 2022.

Similar ao que ocorreu com o primeiro F-39 recebido pela FAB, os caças devem chegar pelo Porto de Navegantes (SC), serão rebocados ao Aeroporto Ministro Victor Konder e depois seguirão em voo para a sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP).

Lá, onde está localizado o Centro de Ensaios em Voo do Gripen (GFTC), técnicos, pilotos e engenheiros da Embraer, FAB e Saab estarão envolvidos no processo para obter o Certificado de Tipo Militar. Dessa forma, os caças estarão prontos para o serviço ativo com o 1º GDA.

DEIXE UMA RESPOSTA