Boeing 737 China Eastern Acidente

Na última segunda-feira (21/03) um Boeing 737 NG (B-179) da China Eastern Airlines sofreu um acidente enquanto estava cumprindo o voo MU5735 que partiu de Kumming (KMG) e tinha como destino final o aeroporto de Guangzhou (CAN), na China.

Ontem (23) a primeira caixa-preta foi descoberta entre os destroços da aeronave, esta é o gravador de voz (CRV) do cockpit, onde os pilotos ficam, e deve esclarecer na investigação as causas. O gravador de dados (FDR) do avião não foi encontrado até o momento.

O avião estava voando a cerca de 29 mil pés e segundo os dados do site de monitoramento de voos FlightRadar24, o avião começou a perder altitude rapidamente. O último contato da tripulação com o controle aéreo aconteceu próximo da cidade de Wuzhou no Sul da China.

E exatamente uma tentativa de contato de torres de controle do espaço aéreo foi gravada pelo canal Robin Xu, mostrando que os controladores tentam entrar em contato com aeronave nos últimos minutos do voo.

No vídeo acima podemos ouvir o piloto do voo HU-7152 tentando entrar em contato com a aeronave da China Eastern Airlines que se acidentou. Na ocasião o piloto estava tentando alertar sobre uma tentativa de contato do controle de tráfego aéreo de Guangzhou.

O controle de aproximação de Zhunai também tenta um contato com os pilotos em outra frequência, a 120.35 Mhz. Em seguida os controlador de voo de Zhunai entre em comunicação com o voo CZ-3764, para que este faça contato com o voo ZU-5735, da China Eastern Airlines. Mesmo assim ninguém consegue contato com o Boeing 737-800 de matrícula B-179.

O mesmo contato através dos pilotos do voo CZ-3764 é solicitado pelo controle de tráfego aéreo de Guangzhou, agora na frequência 121.5 Mhz, normalmente utilizada no ramo aeronáutico para comunicações de emergência. Os pilotos não conseguem obter sucesso no contato com o Boeing 737.

Nas comunicações mostradas no vídeo acima, outro piloto também tenta contato com os tripulantes do voo MU-5735 por quatro vezes seguidas, mas também sem sucesso. Logo depois o avião da  China Eastern Airlines entra em rota ascendente, e em poucos segundos chega a menos de 10 mil pés, algumas imagens divulgadas pela imprensa local mostram o avião em queda livre nas montanhas.