AH-2 Sabre

O Museu Aeroespacial (MUSAL) da Força Aérea Brasileira (FAB) conta com mais uma aeronave no seu acervo, o helicóptero de ataque AH-2 Sabre (Mi-35 Hind). Recém aposentado do serviço operacional, o AH-2 de matrícula 8961 chegou ao seu novo lar permanente na sexta-feira (05). 

Como antecipado pelo AEROFLAP na última quarta-feira (03), os últimos dois helicópteros Mi-35 da FAB estavam cumprindo seu voo de translado da Base Aérea de Porto Velho (RO) até Lagoa Santa (MG), onde serão estocados.

Helicópteros AH-2 Sabre e H-60L Black Hawk no pátio da Base Aérea de Campo Grande. Foto: André Magalhães / Aeroflap.

Das 12 aeronaves, três ainda permanecem na BAPV, um agora está no MUSAL e o restante já se encontra no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS). Algumas aeronaves já estavam no PAMA quando a FAB decidiu encerrar as operações com o AH-2 em fevereiro deste ano. 

O FAB 8961 pousou no MUSAL na tarde de ontem e sua chegada foi transmitida ao vivo pelo próprio museu, através de seu perfil no Instagram. Confira. 

O AH-2 Sabre também poderá ser observado pelos visitantes do MUSAL neste domingo (07), entre às 09:00 e 19:00. O museu vai realizar um evento celebrando o aniversário de Santos Dumont, Pai da Aviação

A aposentadoria dos helicópteros de ataque deixa um destino incerto ao Esquadrão Poti (2º/8º GAv), que operava os Mi-35 em Porto Velho (RO). Uma fonte disse que existe a possibilidade da unidade ser desativada, ou seguir em operação com helicópteros H-60 Black Hawk, mas diz que até agora não há qualquer garantia disso.

Também não há informações quanto ao destino final dos helicópteros. As aeronaves são modernas e tem cerca de 14 anos, apresentando um bom valor de mercado. O AEROFLAP entrou em contato com a FAB, que não respondeu ao pedido de comentários.

AH-2 Sabre FAB Helicóptero Mil Mi-35
Helicóptero Mil Mi-35M, designado AH-2 Sabre pela FAB, foi operado exclusivamente pelo Esquadrão Poti. Foto: Sargento Bruno Batista/FAB.

Desenvolvido a partir do Mil Mi-24 da antiga União Soviética, o Mil Mi-35 é a única aeronave de origem russa servindo às forças armadas brasileiras, bem como o único helicóptero puramente de ataque do país, sendo usado em missões de suporte aéreo, busca e resgate, interceptação de aeronaves ilícitas, patrulha de fronteiras, inserção e extração de tropas, dentre outras.

Os três primeiros AH-2 Sabre foram entregues em dezembro de2009, sendo oficialmente incorporados em 17 de abril de 2010. O segundo lote foi entregue em outubro de 2010 e o terceiro em agosto de 2012. Contudo, houve um atraso na entrega do último lote, que só chegou em 26/11/2014. Todos foram trazidos a bordo de aeronaves An-124 da Volga-Dnepr.

AH-2 Sabre FAB
O AH-2 Sabre era o único helicóptero de ataque no Brasil. Foto: Sargento Johnson/FAB.

Reconhecido por sua robustez – sua blindagem pode resistir disparos de calibre 20mm – e desenho agressivo, o AH-2 Sabre é equipado com um canhão GSh-23L de cano duplo, calibre 23mm, montado em uma torre móvel na seção frontal. Também pode usar 40 foguetes S-8 de 80mm ou 16 mísseis antitanque 9M120 Ataka.

Para autodefesa, a aeronave possui lançadores de chaffs e flares, além de supressores de calor, telêmetros, sensores térmicos e de TV. Outra característica é a capacidade de transportar oito soldados totalmente equipados ou 1500kg de carga no compartimento interno.