Solojet Aviação Executiva (2)
Foto: Solojet Aviação

Nas últimas semanas, a Solojet Aviação vem registrando uma alta na demanda de voos das três aeronaves que fazem parte do programa de compartilhamento Solojet Shares. Só em abril, o volume de voos foi 33% maior do que no mesmo período de março. Mas a alta tem sido constante desde janeiro, quando foram registrados 16% mais voos do que em dezembro. 

“O número de cotistas aumentou, mas também a movimentação é decorrente do fim das restrições provocadas pela pandemia de Coronavírus”, disse Marcelo Orsolini, gerente comercial da Solojet Shares. Em fevereiro a alta foi de 22% e em março, 31%.

Para quem ainda não conhece, o programa de compartilhamento Solojet Shares foi lançado no ano passado e a empresa optou por um modelo de aeronave de excelente custo-benefício, o Hawker 400, que transporta até 8 passageiros e tem a cabine mais confortável e espaçosa da categoria (305 pés cúbicos). As cotas de 25% da propriedade iniciam a partir de US$ 450 mil.

Continua depois do anúncio
Solojet Aviação Executiva (2)
Foto: Solojet Aviação

O compartilhamento de aeronaves existe há mais de 20 anos e é um sucesso em diversos países do mundo, em especial nos Estados Unidos, pois permite que os custos de aquisição e as despesas da aeronave sejam divididos, mantendo a alta taxa de disponibilidade da aeronave. No compartilhamento de aeronaves,  o proprietário só paga sozinho os custos operacionais dos próprios voos. E conta, também, com suporte de gerenciamento e manutenção, ou seja, não é preciso se preocupar com nada.

Outra vantagem do Hawker 400 é sua performance e, devido ao teto operacional de 45 mil pés, e altitude de cabine de 8.000 pés, proporciona voos muito mais confortáveis e com menor turbulência. O modelo atinge velocidade máxima de 450 nós / 833 km/h e tem alcance máximo de 1400 milhas náuticas / 2.592 km. Ou seja, pode ir de São Paulo até Recife sem escalas, por exemplo.

Solojet Aviação Executiva (2)
Foto: Solojet Aviação

A partir do Aeroporto de Jundiaí, os voos realizados com as três aeronaves Hawker 400 têm como principais destinos Brasília, Rio de Janeiro, Goiânia, Cuiabá, Ribeirão Ptreto, Porto Alegre, Buenos Aires e outros. 

Continua depois do anúncio
Solojet Aviação Executiva (2)
Foto: Solojet Aviação

Via: Solojet Aviação