Boeing 737 MAX WestJet Canadá
Foto: Tom Padolec

A companhia aérea canadense, WestJet, anunciou que irá cancelar 15 encomendas para o Boeing 737 MAX. A empresa informou que o cancelamento faz parte do processo de redução de custos e a readequação ao atual cenário do mercado.

Mesmo reduzindo a sua encomenda para 27, a WestJet ainda aposta no modelo e irá receber o restante da encomenda. Atualmente a frota é composta por 14 737 MAX 8, sendo apenas 1 deles ainda ativo. Além disso a empresa ainda tem o 1 737-600, 13 737-700, 7 737-800 e 3 787-9 ativos.

A demanda e as condições atuais de operação ainda não chegaram nos níveis que as companhias aéreas necessitam para evitar novos cortes. Pensando em evitar maiores prejuízos, a WesJet decidiu reduzir a sua capacidade e se adaptar a baixa demanda.

O governo do Canadá deve anunciar em breve um grande pacote de ajuda as companhias aéreas. O pacote será especifico para o setor de aviação, anteriormente o governo já ajudava as companhias aéreas a custear toda a folha de pagamento de seus funcionários, afim de evitar grandes demissões.