Aeroportos Não categorizado News

Aeroporto de Brasília apresenta investimentos para os próximos 3 anos

Nessa manhã, durante uma coletiva de imprensa do Aeroporto de Brasília, foi apresentado aos presentes os números e evolução ao longo de três anos de gestão da atual administradora do local, a Inframerica. Incluso na apresentação estava o projeto de expansão na capacidade de passageiros e estrutura para os anos de 2016 até 2018.

Em três anos de concessão a movimentação de passageiros do Aeroporto de Brasília cresceu 20%. A expectativa é encerrar o ano de 2015 com um crescimento de 7% em relação ao ano anterior, com aproximadamente 19,5 milhões de usuários com mais de 195 mil operações de pouso e decolagem de aeronaves em 2015, no lado internacional é registrado o movimento de 706 mil passageiros.

Início da construção do Pier Sul em 2013.
Início da construção do Pier Sul em 2013.

Desde 2013 o aeroporto logo ao início de sua concessão, sofreu extensas alterações em seu funcionamento e estrutura, há 2 anos a Inframerica iniciava a construção do Pier Sul, logo após a do Pier Norte, que iria expandir a capacidade do aeródromo para cerca de 21 milhões de passageiros, ante os 15 milhões suportados na época, em uma área que saltou de 60 mil m² para 110 mil m². O Pier Sul foi inaugurado em abril de 2014 e o lado norte no mês seguinte, essas obras ajudaram no crescimento do Aeroporto de Brasília, e também permitiu que se tornasse o maior hub doméstico de passageiros.

Aeroporto de Brasília atualmente. Foto -  Jua Pita - Fornecida por Inframerica
Aeroporto de Brasília atualmente. Foto – Jua Pita – Fornecida por Inframerica

Outras obras foram feitas para expandir a capacidade de posições de aeronaves, atualmente o terminal tem 70 posições para diversos tipos de aviões. Ao todo é suportado atualmente o movimento de 60 aeronaves/hora nas duas pistas independentes e de tamanhos “iguais”.

Recentemente a Sala Vip doméstica construída durante o período de expansão foi eleita a melhor do Brasil e da America Latina, consolidando o compromisso com o conforto para o passageiro. A Sala tem capacidade para 300 pessoas e conta com espaço para crianças, Business Center com Imacs e serviço de impressão, cabines individuais de tv, banheiro com chuveiro, sala de reuniões e disponibilidade de tablets gratuitamente.

 

R$ 3,5 Bilhões em 7 anos.

A partir do ano que vem a Inframerica dará início a uma nova etapa de obras. Um projeto pioneiro que transformará o Aeroporto de Brasília e toda a experiência de compras e entretenimento na Capital Federal. A previsão da concessionária é investir R$3,5 bilhões em todo projeto. O ambicioso plano imobiliário consiste em seis empreendimentos localizados no sítio aeroportuário: ampliação da sala de embarque internacional, Terminal JK, Office Park, Sun Park City Center, Rede Hoteleira e Storage / Self-Storage.

“Estes novos projetos mostram que a concessionária aposta em Brasília como uma cidade de grande potencial para investimento. Estamos lançando a primeira cidade-aeroportuária do país que trará muitas oportunidades de lazer, comércio e serviços para a população brasiliense e esta é a nossa certeza de que o empreendimento será um sucesso”, explica o presidente da Inframerica.

2018 brasilia
Projeção da Inframerica para 2018.

A construção da nova sala de embarque internacional terá início em 2016 e previsão de entrega em 2018. O espaço será conectado ao satélite e ampliado em uma área de 9 mil m², aumentando a quantidade de pontes de embarque de quatro para oito. Do total, 1.500 m² serão destinados a serviços e gastronomia. Com as obras, o Aeroporto de Brasília passa a ter capacidade para receber até 1,5 milhão de passageiros internacionais por ano, 130% a mais do que o comportado atualmente.

O Terminal JK, como será chamada a nova infraestrutura, será um empreendimento comercial de 303 mil m² que comportará um shopping com 280 lojas, 30 opções de fast food e oito restaurantes de alto padrão, além de um edifício garagem com capacidade para quatro mil vagas de estacionamento, dois hotéis, dois edifícios de escritórios, cinema, academia e áreas destinadas a descanso. O acesso dos passageiros ao Terminal 1, saguão de embarque, se dará por meio do Terminal JK. As obras começam em 2016 e devem ser concluídas até 2018.

inframerica
Terminal JK – Foto : Inframerica

O Aeroporto de Brasília conta hoje com um Hotel Base Concept no sítio aeroportuário e já assinou contrato para abertura de cinco novos hotéis padrão 3, 4 e 5 estrelas. As obras da Rede Hoteleira devem começar ano que vem. Serão um Wyndham Grand Collection e um Tryp by Wyndham localizados no Terminal JK, um Ibis e um Ibis Budget e um Hard Rock Hotel, o 1º do Brasil. A expectativa é que ao final das obras em 2018, 1600 novos quartos de hotéis estejam à disposição dos turistas.

O Sun Park City Center será um centro de comércio, serviços e lazer inspirados em grandes empreendimentos como Downtown Disney e Puerto Venecia, na Espanha. Serão 418 mil m² de área construída próxima ao Terminal Aeroportuário. O complexo contará com parque aquático, aquário, kid’s place, cinema, área verde, lago, outlet, arena multiuso, centro de convenções, hospital e universidade.

O Office Park, prédios de escritórios com estacionamentos privativos e rotativos, terá 487 mil m² de área construída no modelo Built to Suit (BTS), ou seja, sob medida para atender as empresas interessadas. Após as obras o espaço deverá comportar mais de 30 mil funcionários de empresas privadas ou governamentais. Seguindo o modelo BTS, os imóveis retornam para a União ao final do contrato de concessão.

Para complementar os serviços de cargas disponíveis no Aeroporto de Brasília, a Inframerica vai construir o Storage, ou Self-Storage. Um espaço de 85 mil m² destinado ao armazenamento de cargas com tecnologia para comportar diferentes tipos de mercadorias.

As obras dos empreendimentos começarão em 2016 e a previsão é que sejam entregues em sete anos. Todo o desenvolvimento do sítio aeroportuário acrescerá 1.323.808 m² de área construída, quase 10 vezes a área do complexo do Estádio Maracanã. As obras deverão empregar mais de 10 mil operários durante o período de construção e após a sua conclusão, deverão atrair mais de 13 mil novos empregos.

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This