Aeronaves Não categorizado Propulsores

Propulsores – RamJet

Assim como recentemente abordamos sobre turboélices e pós combustores, daremos então a continuidade devida ao tema agora abordando um pouco mais sobre um tipo de motor pouco utilizado na aviação e que uns dizem até não parecer um motor de verdade.

Advanced ramjet 1024 C

No princípio básico, um motor RamJet não contém partes móveis, não é a mesma configuração de por exemplo um turbofan ou um turbojato em que contém aletas que ajudam na compressão e descompressão dos gases, ao contrário dos motores com partes móveis, o Ram Jet não consegue criar aceleração do vento própria, por isso é utilizado quando a aeronave já está em uma velocidade mais elevada em que permita a queima dentro da sua câmara.

Ele pode ser dividido em 3 partes, a entrada de ar, o compressor e o bocal, no compressor ou antes dele se localizam os bicos injetores que são responsáveis por fazer a mistura na quantidade certa para a velocidade da aeronave (outro ponto, em um turbofan é de acordo com a rotação e analise dos sensores).

Motor que mescla as características de Turbojet com Ramjet
Motor que mescla as características de Turbojet com Ramjet

É um tipo de motor imensamente pensado para voar em velocidades supersônicas, para se ter uma ideia, até metade da velocidade do som ele é ineficiente para uso, pois não consegue gerar a pressão necessária de ar para ocorrer a combustão. Isso acontece pois a queima ocorre mediante a formação de pressão de ar na entrada de ar do motor, sua velocidade normal em que é ativado é acima da velocidade do som, ou seja, mach 1, sendo mais utilizável de mach 2 para cima, do mesmo modo ele não é tão eficiente acima de mach 5 pela pressão formada em seu bocal ser extremamente excessiva.

 

Dessa variante surge mais outras 2, uma para ser utilizada na estratosfera e outra que permite até acelerar uma sonda espacial a velocidades perto da luz.

Scramjet

scramjet

Variante que permite voos acima de Mach 5 por conseguir realizar a queima em velocidades supersônicas (no Ramjet ele voa no supersônico mas queima no subsônico por descompressão), é uma maneira inteligente de conseguir voar na própria Terra a velocidades perto de MACH 25 em alguns projetos ou 25000 km/h, o equivalente a dar a volta no planeta Terra a cada 96 minutos, isso é quase mais rápido que a Internacional Space Station consegue fazer sua órbita. O.O

Já foi cogitado para ser utilizado em ônibus espaciais porém foi abandonado por não se mostrar tão eficiente quando um motor de foguete normal, previa que ele poderia queimar hidrogênio no lugar do oxigênio que o ônibus espacial levava em seus tanques externos.

Em teste o X-51A da NASA foi protagonista, um B-52 levou a aeronave a voo e logo depois soltou, o X-51A acelerou até mach 4,5 por foguetes e acionou seu sistema de Scramjet com sucesso.

 

Bussard Ramjet

Conceito de um Bussard e seu enorme tamanho.
Conceito de um Bussard e seu enorme tamanho.

É um tipo de propulsor proposto nos Anos 60 (bem no final) como uma alternativa para se chegar perto da velocidade da luz usando para isso fusão nuclear, por isso é conhecido também como foguete de fusão nuclear. Ele se baseia em pequenas quantidades de hidrogênio presente no meio interestrelar, ele tem um grande tamanho o que permite captar uma quantidade suficiente para se mover através de eletromagnetismo, o material segue para um foguete no estilo da Ramjet, é bem parecido.

Como maioria das sugestões essa também não foi para frente.

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This