Acionistas da Airbus processam a empresa por ocultar corrupção nas vendas

Airbus
Crédito da foto: Scott Norbury

Alguns acionistas da Airbus dos Estados Unidos processaram a fabricante europeia por esconder dados. De acordo com eles, a Airbus escondeu seus processos por corrupção e também divulgou informações falsas sobre a parte de produção de aeronaves.

O processo de corrupção citado é referente ao caso de corrupção da Airbus na divisão militar. A empresa buscou vantagens para a escolha das suas aeronaves em processo de licitação governamental.

A ação coletiva proposta foi ajuizada pelo acionista Andrew Kornecki no tribunal federal de Newark, Nova Jersey, e busca indenização não especificada por supostas violações da Airbus às leis de valores mobiliários dos Estados Unidos.

O diretor executivo Guillaume Faury e seu antecessor, Tom Enders, assim como o diretor financeiro Dominik Asam e seu antecessor, Harald Wilhelm, também foram apontados como réus nesse processo.

É comum nos Estados Unidos que os acionistas processem as empresas por perdas de investimentos que elas atribuem a divulgações falsas, enganosas ou inadequadas.

No caso a Airbus tinha um um fundo de reserva financeira não declarado pela EADS (antigo nome do Airbus Group) somente para o pagamento de subornos, estes eram aplicados tanto em contratos do setor de Aeronaves Civis como no setor de Defesa, que negociava diretamente com vários governos.

A fabricante chegava a manipular os seus resultados financeiros para ocultar esse fundo de reserva. 


Como resultado, a Airbus chegou a um acordo onde pagará US$ 4 bilhões para os governos dos EUA, Reino Unido e França, valor que será distribuído para pelo menos 12 países, como forma de compensar financeiramente os danos.

Se o processo for validado pela justiça dos EUA, a Airbus precisará pagar uma indenização para cada acionista dos EUA que comprou ou vendeu ações da empresa entre 24 de fevereiro de 2016 a 30 de julho de 2020. Contudo, processos envolvendo acionistas podem perdurar por alguns anos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA