VC-25A Air Force One- Foto: USAF

Pela primeira vez na história o Air Force One (avião presidencial dos EUA), poderá ter um piloto não americano nos comandos do ícone avião dos EUA. O possível piloto é membro da RAF (Royal Air Force). 

Se isso tornar possível é graças aos laços de longos anos entre a USAF e a RAF. Durante estes anos o intercâmbio de ambos pilotos dos EUA e do Reino Unido aconteceram, um exemplo disso é ver pilotos da RAF voando aeronaves U-2 ou o furtivo B-2A Spirit da força aérea dos EUA.

Caso o piloto inglês seja selecionado ele vai estar em um seleto grupo de pilotos que pilotam os Air Forces Ones.

Air Force One em passagem baixa- Foto: Print Fox Nascar, via Flight Global

Hoje a frota das aeronaves que compõe as missões de transporte governamental, envolve:

  • Dois VC-25s – a variante militar do Boeing 747
  • Oito VC-32As, uma aeronave Boeing 757-200 modificada
  • Dois C-40 Clipper’s, uma versão modificada do Boeing 737-700
  • Vários Gulfstream G550s

Provavelmente o novo piloto e os demais farão parte da transição dos atuais VC-25 (Boeing 747-200) para os novos VC-25s (Boeing 747-8), que atualmente estão passando por uma completa modificação que envolve vários recursos de segurança.

Os futuros Air Force One vão apresentar uma pintura diferente da tradicional que por muito tempo estampou a presença do líder dos EUA por onde ele e sua comitiva passava.

 

DEIXE UMA RESPOSTA