Airbus A380 Etihad Airways
Foto - Etihad/Reprodução

Em mais um capítulo sobre o futuro do Airbus A380, surge agora na Etihad um sinal de uma possível despedida discreta. A companhia aérea dos Emirados Árabes estava desde o mês passado em dúvida sobre a continuidade da aeronave em sua frota diante do atual cenário de pouca demanda em voos internacionais.

O Airbus A380 não consta mais no site da Etihad na parte em que sua frota é detalhada para quem acessa e busca informações sobre a empresa. A mudança acontece pouco mais de um mês após a declaração do CEO Tony Douglas sobre o ponto final dos voos do A380 na empresa.

A Etihad não fez nenhum anuncio oficial sobre a retirada do gigante de sua frota, porém já era esperado que a empresa não continuasse a operação do A380.

“Agora tomamos a decisão estratégica de estacionar os A380s, tenho certeza que é muito provável que não os veremos operando com a Etihad novamente.” Disse Tony Douglas ao The National, no mês passado sobre a aeronave.

O site Planespotters.net que detalha fotos e informações sobre a frota das companhias aéreas, também não consta mais nenhum A380 ativo ou estocado, consta a informação que todos foram retirados definitivamente.

A Etihad recebeu seu primeiro A380 em 2014, de uma encomenda de 10 aeronaves. A última foi entregue em 2017.

O foco da companhia aérea agora parece ser no Boeing 787, que se tornará a principal aeronave. Ao final de 2020, a empresa operava apenas 35% de toda a sua malha de destinos. Ainda em 2020, a Etihad conseguiu reduzir em 39% seus custos operacionais, pois foram tomadas medidas de redução de custos aliadas a redução de sua capacidade operacional.

Além do Boeing 787, a empresa terá a chegada de 12 Airbus A350, porém ainda sem uma data prevista. O mesmo ocorre com o Boeing 777-9X que a empresa encomendou, segundo o CEO a entrega da aeronave e quando será entregue é algo que a Boeing irá decidir.