Alaska Airlines e Boeing negociam encomenda para dezenas de aviões 737 MAX

A Boeing e a Alaska Airlines estão negociando uma nova encomenda para aviões Boeing 737 MAX, aproveitando também uma compensação pelos erros com o avião de corredor único.

Ao todo a Alaska Airlines tem 37 encomendas, atualmente, para o 737 MAX, e pode realizar uma grande encomenda, maior do que a primeira, de acordo com três pessoas familiarizadas com o assunto.

Qualquer novo acordo entre a Alaska Airlines e a Boeing deve incluir descontos significativos, dados os problemas do MAX e a queda na demanda por aviões durante a crise do coronavírus. A companhia preferiu não comentar a situação, e não há uma estimativa de quantos aviões serão encomendados.

Atualmente a Alaska Airlines, que é conhecida por ter o financeiro mais sólido entre as aéreas norte-americanas, opera com 166 aviões Boeing 737 NG e 71 aeronaves da família Airbus A320, que são derivadas da fusão com a Virgin America.

Além dessa negociação, a Boeing está negociando uma grande encomenda para o 737 MAX com a Ryanair, também considerando compensações por atrasos nas entregas e erros no projeto, que agora pode ser novamente certificado.

 

Com informações de Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA