Argentina
Imagem ilustrativa. Foto: Dicas da Argentina

O Governo Argentino anunciou na última quinta-feira (25) a suspensão de todos os voos regulares com o Brasil Chile e México. A medida passa a valer a partir de sábado (27) e tem objetivo de combater a proliferação de novas variantes da COVID-19 e uma segunda onda da pandemia.

A Argentina, que já havia barrado voos do Irlanda e Reino Unido, não informou por quanto tempo valerá a nova suspensão, afirmando que o banimento será mantido até uma nova decisão. O país também decretou que todos os passageiros do exterior terão de fazer teste PCR ao chegar e mais um após sete dias, com os custos sendo cobertos pelos próprios passageiros. 

Segundo o Nossa Viagem, quem apresentar resultado positivo pra coronavírus ao chegar no país deverá fazer um teste de sequenciamento genético. Após, o infectado deverá se isolar com contatos próximos em locais indicados pelo governo, até serem levados de volta a sua residência. 

Uma quarentena de 10 dias contados após o primeiro PCR também será realizada obrigatoriamente. 

Assim como os voos, acessos marítimos e terrestres para estrangeiros seguem fechados. Turistas estão proibidos de entrar na Argentina desde o dia 25 de dezembro.