Emirates Boeing 777 EUA

Na manhã do dia 9 de janeiro no Aeroporto Internacional de Dubai, duas aeronaves Boeing 777 da Emirates se envolveram em um incidente que poderia ter sido pior. As duas aeronaves envolvidas são da versão -300ER.

O Boeing 777-300ER de matrícula A6-EQA estava iniciando o voo EK-524 que partiria de Dubai para Hyderabad na Índia. O avião ingressou na pista 30R e iniciou a rolagem para decolar do Aeroporto Internacional de Dubai.

Ao passar dos 100 nós de velocidade, a tripulação recebeu o aviso para abortar a decolagem imediatamente pois havia outra aeronave cruzando a pista. O outro avião era o Boeing 777-300ER de matrícula A6-EBY, que estava realizando a partida para o voo EK 568, de Dubai para Bangalore também na Índia.

O A6-EQA que iniciou sua decolagem para o voo EK-524 conseguiu abortar a decolagem a tempo e sair da pista pela taxiway N4, antes do outro avião da companhia que cruzava pela M5A. De acordo com o Aviation Herald, há no momento uma informação a se confirmar posteriormente pelas autoridades.

A informação no momento e de que o voo EK-524 iniciou sua corrida para a decolagem sem a autorização, que posteriormente ordenou à tripulação para abortar a decolagem. O voo EK 568 seguiu viagem sem maiores problemas.

O Boeing 777 que realizava o voo EK-524 retornou ao ponto de espera da pista 30R, e seguiu viagem após 30 minutos do incidente. 

A Emirates informou que a aeronave que realizava o voo EK-524 para Hyderabad, não teve nenhum tipo de dano e nenhum passageiro ferido. A Agência que regula aviação nos Emirados Árabes, iniciou uma investigação sobre o ocorrido.

 

 

Fonte: The Aviation Herald

DEIXE UMA RESPOSTA