Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Boeing 737 MAX 8-200 Ryanair
Foto: John Ballantyne / Simple Flying

Uma das principais companhias aéreas de baixo custo no continente europeu, a Ryanair mostrou preocupação com a Boeing sobre a possibilidade da norte-americana perder espaço entre os seus clientes Low Cost para o seu principal rival, a Airbus. 

Segundo a Reuters, o fim das negociações entre a Ryanair e a Boeing para um novo pedido do 737 MAX 10 pode ser visto como uma oportunidade da Airbus ganhar terreno na disputa por novos clientes, principalmente por se tratar de negociações bilionárias para a carteira de pedidos dos fabricantes. 

Vale lembrar que, no início de setembro, a Boeing e a Ryanair não chegaram a um acordo de compra envolvendo uma encomenda de 250 aviões 737 MAX 10, negociação que estava na casa dos US $33 bilhões. 

Para o CEO da Ryanair, Michael O’leary, o fim das negociações com a Boeing pode significar que outras companhias optem por escolher a Airbus, principalmente por acordos que envolvam preços mais atrativos para as operadoras. 

Curiosamente, a Boeing lançou um relatório que projeta mais de 8.700 novos aviões para o mercado europeu nos próximos 20 anos, aumento que terá as companhias de baixo custo como os principais protagonistas.

DEIXE UMA RESPOSTA