F-16V Viper Block 70 Taiwan Reuters
Militares do 21º Grupo de Caça Tático, a primeira unidade de F-16V da Força Aérea de Taiwan. Foto: Ann Wang/Reuters.

Um caça F-16V Fighting Falcon da Força Aérea de Taiwan desapareceu no mar na manhã desta terça-feira (11). A aeronave de combate participava de um treinamento da costa oeste do país quando perdeu contato. 

A Comando da ROCAF disse que o F-16V monoposto, matrícula 6650, era pilotado pelo Flight Officer Chen I e havia decolado da base aérea de Chiayi por volta das 14h55 (horário local) para um treinamento de rotina. Liu Hui-chien, inspetor geral da Força Aérea, informou que a aeronave tinha sido atualizada para o padrão V recentemente.

F-16V 6650 Taiwan ROCAF
O F-16V 6650 que pode ter caído no mar nesta terça-feira. Foto: Albert Huang via R.O.C Air Force F-16V Solo Demo

Segundo a agência Reuters, o Centro de Comando de Resgate do governo disse que testemunhas viram a aeronave cair no mar e helicópteros e navios estavam procurando o piloto. O Ministério da Defesa desdobrou meios de busca e salvamento para a área do último contato com o jato. A pasta também suspendeu todos os treinamentos previstos com seus F-16V. 

Através de seu porta-voz, a  presidente Tsai Ing-wen emitiu instruções para não poupar esforços na missão de busca e resgate e “para esclarecer melhor a causa do acidente.”

Este é o segundo acidente grave com um F-16 da ROCAF em pouco mais de um ano. No final de 2020, um F-16 desapareceu logo após decolar da base aérea de Hualien, na costa leste de Taiwan, em uma missão de treinamento de rotina.

A ROCAF está se esforçando para atualizar sua frota de centenas de F-16A/B para o padrão F-16V, o mais moderno até o momento. Os caças recebem upgrades no radar, computadores de missão, suíte de guerra eletrônica e outros componentes.

Em novembro de 2021 a ROCAF inaugurou o primeiro esquadrão completo de caças F-16V na Base Aérea de Chiayi, com a presença da Presidente Tsai Ing-Wen, que conheceu de perto os aviões modernizados. No dia 05, as aeronaves participaram de um exercício de interceptação contra aeronaves chinesas. 

DEIXE UMA RESPOSTA