Nesta terça feira no aeroporto de Zhuhai, aconteceu apresentações raras no Airshow China 2018, que está acontecendo essa semana. O evento é um dos mais importantes eventos aeronáuticos do país.

Um público de mais de 20 mil pessoas pode ver se perto as novidades do setor militar aeronáutico chinês, dentre as novidades o que foi destaque foi a presença dos jatos de quinta geração do país, o J-20.

Os caças de última tecnologia da China fizeram uma apresentação com várias manobras de precisão durante 15 minutos.

Não é a primeira vez que os caças J-20 aparecem em público, a primeira vez foi no Airhow China em 2016, mas foi uma rápida aparição, diferente desta edição de 2018, onde o público teve um contato maior com as aeronaves.

A novidade dos J-20 foi a nova pintura nos aviões que assemelham-se bastante com a pintura do norte-americano F-22 Raptor.

O J-10 que é uma aeronave anterior ao J-20 também fez apresentações durante o show aéreo

Outras aeronaves chinesas que se apresentaram no show aéreo incluíram o pesado porta-aviões Y-20, os caças FTC-2000G e JF-17 e o avião civil ARJ-2.

 

Preparativos

Caça chineses de quinta geração J-20 fizeram um sobrevoo sobre o aeroporto de Zhuhai na semana passada. A aparição dos J-20 é raridade, o novo caça de produção chinesa pouco aparece em público então quando aparece quatro de uma vez só é fato interessante.

O sobrevoo bem possivelmente foi um treino para o Air Show China 2018 que está acontecendo essa semana no aeroporto na cidade Zhuhai, sul da China.

Pouco ainda se sabe do caça chinês, mas o que se sabe, ou o que o pouco que é passado de informações do jato é que a aeronave pertence a quinta geração e faz concorrência com caça como o norte americano F-22 Raptor e também com o russo Sukhoi SU-57. O J-20 assim como os concorrentes tem tecnologia Stealth e tem a empuxo vetorado na saída dos motores que fazem o caçar que possibilitam uma maior manobrabilidade da aeronave.