Na madrugada de sexta-feira (12/04) um curioso “raio no céu” impressionou os moradores da costa do Rio Grande do Sul (RS), era um meteoro com cerca de 6,3 a 16 quilos, que entrou na atmosfera terrestre com uma incrível velocidade de 122,2 mil km/h.

De acordo com explicações da Bramon (Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros), o meteoro se desfez durante a entrada na atmosfera terrestre, se desintegrando totalmente a 36 km de altitude, com uma distância de 145 km da costa do RS.

“Ele pesava 12 kg quando ele entrou na atmosfera, com o tempo ele diminuiu a massa, até que os fragmentos foram mínimos. O objeto foi totalmente consumido em sua passagem atmosférica, a cerca de 145 Km sobre o mar da costa do Rio Grande do Sul”, disse Carlos Jung, pós-doutor em Engenharia e diretor científico da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon).

“Diariamente, a terra é bombardeada por meteoros, que entram aqui, são atraídos pela gravidade da Terra. É uma coisa comum. Durante o dia e a noite, não tem hora, nem lugar para acontecer. Mas não é normal a gente fazer um registro dessas proporções”, concluiu Jung falando sobre como o fenômeno é comum.

O fenômeno foi totalmente observável em Taquara (RS), apesar da distância. O clarão ainda se propagou em Porto Alegre e São Leopoldo, na região metropolitana.