• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Em meio à disputa judicial, Airbus faz alterações no design do A350

Qatar Airways Airbus disputa judicial A350
Foto: Divulgação

A Airbus implementou alterações no processo de fabricação do A350, mais especificamente em uma folha de cobre (PCF) localizada entre tinta e a fuselagem. A ação ocorre diante de uma das disputas mais conturbadas do fabricante europeu com um cliente.

A decisão ocorre diante uma batalha judicial avaliado em US$ 2 bilhões de dólares com a Qatar Airways desde o ano passado, e já resultou no cancelamento de encomendas de aeronaves A350 e o A321neo, incluindo provocações entre os envolvidos.

Para David Waksman, do Supremo Tribunal de Londres, a ação da Airbus de alterar o design do A350 é “significativo” para o caso em andamento, conforme observado pelo Portal Aerotime, e que o processo poderá ser julgado até julho deste ano.

A intriga que parou nos tribunais começou quando a Qatar Airways identificou em 2021 rachaduras e desgastes de pintura nas fuselagens de algumas unidades do A350, alegando o comprometimento na proteção contra raios e o risco de incêndio no tanque de combustível, questionando o controle de qualidade da Airbus.

A Airbus, por sua vez, disse que o A350 era seguro para voar, e que a autoridade da aviação europeia (EASA) descartou os riscos apontados pela companhia aérea do Qatar.

Por outro lado, a Airbus acusou a Qatar Airways de utilizar o motivo da reclamação para postergar o recebimento de novas unidades do A350 de forma estratégica para cortar gastos ao não manter as aeronaves estocadas por conta própria. 

Em abril de 2022, a justiça determinou que a Airbus não cumprisse a obrigação contratual de entregar uma ordem de 50 jatos A321neo para a Qatar Airways, bem como permitiu que os A350 não entregues fossem direcionados para outras companhias aéreas.

Com isso, o ano de 2022 foi marcado por aplicação de multas tanto para a Airbus quanto para a Qatar Airways, cancelamento de pedidos e até declarações provocativas durante um pedido de encomenda com a Boeing.

 

Com informações: Aerotime

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 


Redator

Apaixonado por aviões e fotografia, sempre estou em busca de curiosidades no universo da aviação.


Contato: [email protected]