Nancy Pelosi Fake News Taiwan Fact Check
Não, estas imagens não mostram a chegada de Nancy Pelosi em Taiwan.

Circula pelas redes sociais um vídeo com aeronaves e embarcações militares dos EUA, mostrando a suposta chegada da presidente da Câmara de Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, em Taiwan. Mas não é o caso. O Portal Aeroflap apurou e o vídeo foi originalmente gravado em 2020. 

A recente visita de Pelosi em Taiwan aumentou as tensões entre Washington e Pequim e foi o foco dos holofotes do mundo todo na última terça-feira (02). Relatos de exercícios militares com disparos reais, sirenes de ataque aéreo e aeronaves de caça voando pela província chinesa de Fujian, distante algumas centenas de quilômetros da polêmica ilha, lotaram as mídias sociais. 

Junto disso, um vídeo mostrando aviões dos EUA começou a ser bastante compartilhado em contas pelo Twitter, Instagram e especialmente aplicativos de conversa como WhatsApp e Telegram. O vídeo em questão pode ser conferido no player abaixo. O texto do vídeo diz: “Escolta Americana para a chegada da presidente da Câmara dos EUA Nancy Pelosi a Taiwan no Air Force One.” Isso está completamente incorreto, e vamos explicar porquê. 

O vídeo, gravado a partir de um navio, mostra um submarino, um navio de assalto anfíbio, um navio de reabastecimento, um porta-aviões e um navio de desembarque de doca.

As embarcações são então sobrevoadas por três formações de aeronaves: a primeira é composta por um bombardeiro supersônico B-1B Lancer como líder, acompanhando por mais quatro caças stealth F-22 Raptor, da Força Aérea dos EUA (USAF).

Logo atrás, um jato de patrulha marítima P-8 Poseidon é acompanhando por outros dois F/A-18 Super Hornet e dois jatos de ataque eletrônico EA-18G Growler. O último grupo é formado por sete caças F/A-18E/F Super Hornet. 

Foto: Petty Officer 2nd Class Codie Soule – Marinha dos EUA.

Dito isso, vamos à primeira inverdade. Air Force One é o código-rádio atribuído a qualquer avião onde esteja o Presidente dos EUA. E isso independe do modelo: seja o famoso Boeing VC-25 (avião presidencial dos EUA), ou um jato de combate. Pelosi é presidente da Câmara de Representantes, não da nação. 

Pelosi pousou na capital taiwanesa Taipé por volta das 23:00 de terça-feira (horário local), a bordo de um Boeing C-40C Clipper, uma versão militar do 737-700 BBJ, com o código rádio SPAR19. O vídeo foi gravado em pleno dia claro e apesar da formação mostrar o que parece ser um 737, este na verdade é um P-8, como mencionado anteriormente.

A aeronave da Marinha dos EUA usa a fuselagem do 737-800 com asas de 737-900. Apesar de ser baseado no 737 comercial, seu interior é repleto de computadores e estações de missão para vigilância marítima, inteligência de sinais e guerra antissubmarino. 

Além disso uma formação deste tamanho ao lado de Taiwan, escoltando uma das mais importantes representantes de Washington após ameaças da China, só iria piorar as relações diplomáticas entre os dois países. De fato os EUA estão com um porta-aviões e dois navios de assalto anfíbio na região, mas estas embarcações não estão navegando juntas em uma grande esquadra, como visto no vídeo. 

Por fim, as imagens não são recentes. A formação é sim real, mas se trata do encerramento do Exercício Valiant Shield, no Mar das Filipinas. O vídeo em questão foi gravado em 25 de setembro de 2020. Pela posição do vídeo, é possível afirmar que foi gravado por alguém a bordo do USS Shiloh (CG 67), um cruzador da Classe Ticonderoga. 

Nancy Pelosi Fake News Marinha dos EUA Exercício Valiant Shield Taiwan
A mesma formação do vídeo, agora vista do alto. O vídeo foi gravado do cruzador USS Shiloh, circulado em vermelho Foto de 25/09/2020 pelo MC3 Jason Tarleton – Marinha dos EUA.

No vídeo é possível ver as seguintes embarcações:

  • Submarino nuclear USS Chicago (SSN-721) da Classe Los Angeles;
  • USS Antietam (CG 54), outro cruzador da Classe Ticonderoga;
  • Navio de assalto anfíbio USS America (LHA 6), da Classe America; 
O USS Shiloh, de onde foi gravado o vídeo, navegando com o USS New Orleans ao fundo durante o encerramento do Exercício Valiant Shield 2020. Foto: Petty Officer 2nd Class Codie Soule – Marinha dos EUA. 
  • Navio de reabastecimento USNS John Ericsson (T-AO-194), Classe Henry J. Kaiser;
  • Porta-aviões nuclear USS Ronald Reagan (CVN 76), Classe Nimitz;
  • E o USS New Orleans (LPD 18), navio de desembarque de doca da Classe San Antonio.

O Exercício Valiant Shield é realizado anualmente desde 2006 pela Marinha dos EUA no Oceano Pacífico. O treinamento é um dos maiores jogos de guerra dos EUA e envolve observadores de outros países, incluindo a própria China.

Segundo a Marinha, o Valiant Shieldpermite a proficiência do mundo real na sustentação de forças conjuntas por meio da detecção, localização, rastreamento e engajamento de unidades no mar, no ar, em terra e no ciberespaço em resposta a uma variedade de áreas de missão.”

Dessa forma, o Portal Aeroflap alerta seus leitores para que tomem cuidado e tenham atenção com notícias falsas e desinformação nas redes.