• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Governo de Portugal demite CEO da TAP por justa causa após nova polêmica

TAP Airbus A330neo Portugal Christine Ourmières-Widener CEO
Foto: Gabriel Benevides/Aeroflap

O governo português realizou uma importante mudança na administração da companhia estatal TAP Air Portugal, demitindo a CEO Christine Ourmières-Widener, que estava a frente da empresa desde junho de 2021.

A executiva francesa foi demitida do cargo de CEO da TAP Air Portugal após o governo descobrir um suposto pagamento de 500 mil euros de indenização para uma executiva que era do conselho da companhia. O anúncio da demissão de Christine Ourmières foi durante a conferência de imprensa com o ministro das infraestruturas de Portugal, João Galamba.

Junto com Christine Ourmières-Widener, o presidente do conselho da TAP Manuel Beja também foi demitido por justa causa após envolvimento no suposto pagamento de indenização para Alexandra Reis.

Além do anúncio realizado na coletiva de imprensa, Fernando Medina, que é ministro das finanças de Portugal, emitiu um comunicado sobre a decisão do governo.

“Este episódio abalou a confiança dos portugueses na TAP e é fundamental, acima de tudo, recuperar o vínculo de confiança entre o país e a empresa. Era essencial virar a página na gestão da empresa. que prossiga à aplicação do plano de reestruturação de forma eficaz tendo em vista a concretização bem sucedida da privatização”, disse Medina.

Veja também:

A suposta irregularidade foi evidenciada após uma auditória realizada pela IGF (Inspeção-Geral de Finanças) que a antiga gestora havia recebido compensações financeiras a mais em relação à sua indenização paga pela TAP. Alexandra Reis foi secretária do Estado e Tesouro na qual foi nomeada pelo próprio Fernando Medina que também fazia parte do conselho administrativo da companhia aérea.

Com a saída de Christine Ourmières-Widener da administração da TAP, Luís Rodrigues passará a ocupar o cargo de CEO da empresa estatal.

Luís Rodrigues é atual CEO da SATA, empresa no qual estava desde 2019 e ajudou no processo de reestruturação. Rodrigues levou a empresa aérea para um novo patamar de receita e também no volume de passageiros, registrando recordes.

O executivo voltará para a administração da TAP após anos, ele fez parte da diretoria que era na época comandada por Fernando Pinto. O novo CEO chega com grandes desafios pela frente e uma provável privatização da empresa. O executivo também contará com um ‘velho conhecido’, Mario Chaves com quem trabalhou na SATA e era o seu braço direito na empresa.

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.