F-39 Gripen 4102 Saab FAB Navegantes
Decolagem do F-39E Gripen 4102 de Navegantes. Foto: Saab.

Os dois novos caças F-39E Gripen da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram de Navegantes (SC) para a sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP) na tarde desta quarta-feira (06). As aeronaves chegaram no interior de São Paulo cerca de 50 minutos depois.

Ainda na manhã de hoje os dois aviões fabricados pela sueca Saab realizaram testes de motor e táxi, antecipando as decolagens que ocorreram por volta de 15h00. Segundo a Saab, os voos foram conduzidos por dois pilotos brasileiros da FAB, que realizaram treinamentos na Suécia.

Confira a decolagem dos caças em Navegantes. 

As aeronaves chegaram ao Brasil na última sexta-feira (01) a bordo do navio holandês Marsgracht. A embarcação atracou no porto de Navegantes no sábado para o desembarque dos aviões, que foram rebocados até o Aeroporto Internacional de Navegantes – Ministro Victor Konder durante a madrugada de domingo. 

https://www.instagram.com/p/CcBTsYYO2DL/

Chegada dos aviões, em formação, em Gavião Peixoto. 

A operação, no entanto, sofreu um atraso de pelo menos uma hora e meia, já que um dos caças acabou ficando preso no portão do aeroporto. A ponta de um dos aviões também bateu em uma placa de trânsito durante o translado.

Para o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, a chegada das duas primeiras aeronaves de produção em série representa um marco para a defesa do espaço aéreo nacional.

Foto: Saab.

“A chegada das aeronaves é resultado de um projeto que, desde o início, buscou o incremento de nossas capacidades dissuasórias, bem como tinha o objetivo de ser um estímulo à pesquisa e ao desenvolvimento industrial do Brasil. Temos agora uma aeronave multimissão que chega no estado da arte e será o principal vetor para a garantia da soberania do espaço aéreo brasileiro” ressaltou o comandante.

Foto: Saab.
Com a chegada das aeronaves na Embraer, tem início o processo de certificação militar dos aviões, no Centro de Ensaios em Voo do Gripen (GFTC). Concluída esta etapa, que será realizada entre FAB, Saab e a própria Embraer durante os próximos meses, os Gripens serão enviados ao Esquadrão Jaguar (1º Grupo de Defesa Aérea) da Base Aérea de Anápolis. 

 

Foto: Saab.

“O Brasil participa ativamente do desenvolvimento, da campanha de ensaios em voo e da produção dos caças, como parte do amplo pacote de transferência de tecnologia para a indústria de defesa brasileira. A chegada das duas aeronaves de produção em série é resultado dessa grande colaboração”, destacou Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e head da unidade de negócios Aeronautics da Saab.

 

Abaixo, confira as imagens das aeronaves em testes de táxi e motor. 

Outros dois caças, 4103 e 4104, devem chegar ao país ainda no primeiro semestre de 2022. Ao todo, 36 Gripens foram adquiridos e a FAB deseja assinar um 2º lote de 30 unidades.