Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

avião supersônico Air Force One
Projeto do Air Force One supersônico.

Joe Biden, o novo presidente dos Estados Unidos, declarou no último dia 07 de abril que os aviões supersônicos são a grande aposta para os próximos anos.

A fala de Biden foi complementada pela apresentação do seu plano de melhoria de infraestrutura, considerando também o desenvolvimento de aviões supersônicos para uso civil, sendo que estes precisarão ser aprovados pela FAA, uma agência estatal.

“Nos próximos 10 anos… vamos falar sobre aeronaves comerciais voando em velocidades supersônicas”, diz Biden falando com uma foto do projeto do Air Force One supersônico, apresentado inicialmente pela Exosonic. “Se decidirmos fazê-lo, essa aeronave percorrerá 2100 milhas por hora (3380 km/h)”.

Apesar disso, Biden não declarou se o governo pretende apoiar os avanços na área do aviões supersônicos. O novo plano de infraestrutura também não inclui uma ajuda direta ao desenvolvimento desses aviões.

A NASA e a FAA estão colaborando no desenvolvimento de novos aviões. Muitas empresas dos Estados Unidos estão participando em paralelo desse avanço na aviação, como a Aerion e a BOOM, com apoio de outras maiores, como a Boeing e Lockheed, que ainda observam de longe, sem protagonismo.

Antes mesmo do Governo Biden ser iniciado a NASA estava colaborando com os projetos da Aerion e da BOOM, todos serão executados ao longo desta década, e os primeiros aviões entregues na segunda metade dos próximos 10 anos.

Além de novos motores, materiais e refinamentos aerodinâmicos, as empresas que estão com projetos de aviões supersônicos ativos apostam em uma autorização especial para a realização de voos em velocidade supersônica acima dos continentes.