FAB AFRL USAF EUA Laboratório
Comitiva do Tenente-Brigadeiro Heraldo Luiz Rodrigues observa a apresentação do Sargento Técnico Paul Cange, um controlador de ataque terminal (JTAC) do 274º Esquadrão de Operações de Apoio Aéreo. Foto: Daniel Meade/NY ANG

Um grupo de oficiais e graduados do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) da Força Aérea Brasileira (FAB) esteve no Laboratório de Pesquisas da Força Aérea dos EUA (AFRL) no início de junho. 

Os militares visitaram, no dia 07/06, a Diretoria de Informações do AFRL em Rome, Nova Iorque. Segundo comunicado do AFRL, o grupo da FAB foi ao Laboratório da USAF para entender melhor os programas espaciais controlados e os sistemas de combate não tripulados (drones). 

FAB USAF AFRL MQ-9 drone
Militares da FAB e da Guarda Aérea Nacional de Nova Iorque posam junto de um drone de combate MQ-9 Reaper. Foto: Senior Airman Daniel Meade/NY ANG

A comitiva da FAB foi liderada pelo Tenente-Brigadeiro Heraldo Luiz Rodrigues, comandante do COMAE. “Estamos interessados ​​em melhorar as relações entre a USAF e nós”, disse Rodrigues. “Essas oportunidades são significativas para nós”, completou o oficial-general da FAB. 

A visita foi realizada por meio do Programa de Parceria Estadual da Guarda Nacional, que une a Guarda Nacional estadual a militares estrangeiros. A Guarda Aérea Nacional de Nova Iorque iniciou uma parceria com os militares brasileiros em 2019. 

Foto: 1st Lt Jason Carr/NY ANG

Durante a visita, os militares da FAB foram acompanhados pelo Coronel William McCrink III, comandante da 174ª Ala de Ataque, uma unidade que opera drones de combate MQ-9 Reaper.

Eles receberam um briefing sobre operações espaciais, pesquisa, desenvolvimento, aquisição, lançamento e operação de sistemas de reconhecimento aéreo necessários para fornecer suporte e operações espaciais contínuas com consciência espacial controlada.

FAB USAF EUA AFRL Laboratório
Membros da Força Aérea Brasileira testam tecnologia de reconhecimento de domínio espacial na Diretoria de Informações do Laboratório de Pesquisa da Força Aérea. Foto: Marc Denofio/USAF.

Rodrigues e sua equipe também receberam uma apresentação abrangente sobre os programas, parcerias e oportunidades de colaboração do AFRL. A equipe brasileira também visitou o 222º Esquadrão de Comando e Controle e o Setor de Defesa Aérea Oriental, ambos baseados em Rome. 

O Coronel Fred Garcia, diretor da Diretoria de Informações da AFRL e comandante do Destacamento 4, disse que “hospedar os brasileiros é importante para a solidariedade com os parceiros internacionais à medida que avançamos nas pesquisas para os programas de combate e espaço”. Ele também explicou que essas visitas promovem as relações “de militar para militar” dos EUA.