Alitalia
Foto - Alitalia/Divulgação

A nova Alitalia, uma reformulação da companhia atual proposta pelo Governo Italiano, já está começando a ganhar forma, de acordo com o jornal La Repubblica.

A nova companhia terá 45 aviões em sua fase inicial, deve contar com cerca de 4500 funcionários, um número ainda alto para o setor de aviação, e para iniciar as operações “do zero” vai receber 1 bilhão de euros do governo.

O jornal Il Giornale cita que a companhia deve ter a mesma frota, porém, algo entre 2500 a 3500 funcionários na data de sua “estreia”.

Curiosamente a nova companhia é batizada no momento de ITA, assim como podemos chamar a mais nova aérea do Brasil, a Itapemirim. A nova companhia vai substituir totalmente a Alitalia, que será liquidada após o final do processo.

Alitalia Itália

Para isso, a ITA deve adquirir todas as operações da Alitalia, incluindo os slots nos aeroportos, e as operações da nova aérea devem começar antes do final de abril. De acordo com a publicação do jornal, para aproveitar o período de verão na Europa, mesmo com a pandemia.

O andamento do processo está ocorrendo de forma acelerada a pedido do recém-nomeado primeiro-ministro Mario Draghi, que solicitou uma resolução rápida.

A Alitalia a cada dia que passa está com uma frota mais inchada, e sofrendo prejuízos muito antes da crise geral na aviação, causada pelo Coronavírus.